Sob comando de Natália, Moscow bate Kazan e vai à final do Russo contra Lokomotiv

Sexta-feira de emoções no Campeonato Russo, o superclássico entre Dínamo Moscow e Dínamo Kazan aconteceu hoje, valendo vaga na final. E para a nossa surpresa, não foi nem equilibrado: o Moscow bateu o arquirrival por 3 sets a 0 (25-23, 25-20 e 25-16).

A brasileira Natália foi a maior pontuadora da partida com 22 pontos, seguida da oposta croata Fabris com 17. O Kazan teve um jogo pífio da mexicana Bricio com apenas 6 pontos e 8 erros, aproveitamento de 25% no ataque. 

O jogo foi ao melhor estilo russo, baixo uso das centrais pelas duas levantadoras. Ganhou quem se destacou mais na ponta.

Natália Pereira comandou o ataque do Mosco na partida (Foto: VL Dinamo)


O Moscow entra como favorito amanhã, mas terá um bom adversário na final: o Lokomotiv. O time de Caliningrado bateu o Uralochka por 3 sets a 1 (24-26, 25-16, 25-20 e 25-18)

Com uma ótima distribuição de Dijkema, ao contrário da outra semifinal, o Lokomotiv teve a central Zaitseva como maior pontuadora com 18 (7 de bloqueio, mais do que todo o time do Uralochka), mesma pontuação da ponteira Anisova pelo Ural.

A partida final acontece em jogo único neste sábado, 03, e vale o título do Russo.

Lokomotiv será o rival do Moscow na briga pelo título (Foto: divulgação)


Comentários

  1. Vergonha a Bricio sendo carregada nas pontas por uma menina de 17 anos. A tática para o Moscow ser campeão amanhã é sacar a vida na Voronkova e multiplicar a marcação na Lippmann.

    ResponderExcluir
  2. Natália realmente nasceu pra fazer a diferença nos clubes, já na seleção desafortunadamente deve há mais de uma década. Parece que aquilo que Dani Lins disse é a mais pura verdade.

    ResponderExcluir
  3. É onde mora meu medo, por atuação mais péssima que ela tenha, o Zé dificilmente a substitui. Dependendo de como ela chegue em Tóquio, prefiro a Fê e a Gabi, q são completas em todos os fundamentos. E com Tandara e Thaísa voando, da liga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente, entre Natália e Gabi, prefiro a primeira, Natália pelo menos tem mais agressividade e no ataque não pipoca tanto quanto Gabi, aquela derrota no primeiro set contra as japonesas no último Mundial foi patética.

      Uma imagem que nunca me saiu da memória foi a do time break de Londres, onde a Rússia estava com o primeiro match point, as jogadoras todas concentradas para receber o saque russo e Natália no banco roendo as unhas. Ali eu vi a diferença entre uma jogadora e outra.

      Excluir
    2. Eu prefiro ela e Garay com Gabi entrando quando uma das duas flopar no passe.

      Excluir
    3. A Tandara em tese é a titular na saída de rede, ela também já jogou de ponteira, em uma urgência ela pode ser deslocada pra ponta, resta saber quem será a oposto reserva.

      Excluir
    4. Será que Garay toparia ficar na reserva pensando no grupo antes de tudo? Tem jogadora que não aceita perder o status de titular nas seleções ao redor do mundo.

      Excluir
    5. "Uma imagem que nunca me saiu da memória foi a do time break de Londres, onde a Rússia estava com o primeiro match point, as jogadoras todas concentradas para receber o saque russo e Natália no banco roendo as unhas."

      O que você queria que a Natália fizesse? Ela era a 4ª ponteira daquela Olimpíada.

      Excluir
    6. Concordo com o último anônimo. Ela era a 4a ponteira e tava voltando de lesão, era óbvio que não entraria numa circunstância dessas.

      Excluir
    7. Postura, me refiro a postura, óbvio que em uma partida tensa e que não admitiria erros (principalmente de recepção), ela não faria diferença. Ela ao menos deveria estar dando algum tipo de estímulo as colegas que se matavam em quadra, em contrapartida estava sentada, roendo as unhas, já com cara de derrota.

      Excluir
    8. Ela entrou no lugar da Jaque para ajudar no block logo depois daquele 1º match point salvo pela Sheilla. Não sou fã da Natália, mas ela fez o que pôde naquela situação.

      Excluir
    9. Acabei de ver os match points de Londres para escrever o último comentário e é impressionante o quanto aquele jogo contra Rússia é icônico. Fiquei arrepiado como se estivesse de novo em 2012 <3

      Excluir
  4. Se o time for o que tenho em mente, MACRIS/TANDARA, THAÍSA/CAROL, NATÁLIA/GABI/GARAY (tanto faz pra mim) e BRAIT, Brasil só perde favoritismo pra China.

    ResponderExcluir
  5. Sobre a seleção, não consigo ver firmeza em Gabi e Natalia como ponteiras. Acho que Garay vai ser mt importante deve entrar bastante nas olimpíadas. Aposto inclusive nela pegando a titularidade de uma das duas (provavelmente da Gabi).

    ResponderExcluir
  6. Com Macris levantando, sinto firmeza nas duas como pontas, até porque o último título do Minas deve-se muito as três. Mas GARAY pode perfeitamente ser titular no lugar de qualquer uma, é uma das jogadoras mais completas do mundo, a baixa estatura é compensada com muito talento.

    ResponderExcluir
  7. Pobre Natália, foi uma das protagonistas da seleção nas conquistas dos grand pri de 2016 e 2017 levou o Brasil junto com Gabi e Macris a decisão da VNL em 2019 e só não fomos campeões porque ela se contundiu no final do 2º SET contra os U. S. A. e quando o Brasil perde a culpa é só dela. haja visto nas Olimpíadas de 2016 que o Brasil venceu os 05 jogos classificatórios sem perder sequer 01 SET, e infelizmente perdemos nas quartas de final para a China que jogou muito, desde então a culpa é da Natália ou da Léia, sendo que todas estavam jogando muito bem, mas neste jogo a china jogou + e foi a campeã. Parem com isso, a moça não teve culpa de nada. Tomara que a Natália seja campeã na Russia, ela muito gente boa e merece muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acredito que vc está comparando uma VNL com uma Olímpiada em casa. A pressão de uma Olímpiada e ainda mais em casa é infinitamente maior. Natália jogou muito contra a China, mas cometeu erros de colegial naquele final de segundo set, na minha opinião erros imperdoáveis. Naquele jogo a única que não deitou foi Garay. Dani Lins fez uma distribuição bizarra, Léia morta em algumas defesas, Sheilla no truque e Fabiana um cone em quase toda a partida, até Thaisa que foi substituída no decorrer da partida teve um percentual superior ao da lacradora grávida. Garay foi esplêndida naquele jogo, lógico que teve o mérito da China, mas o Brasil ajudou muito e o fator casa pesa demais no psicológico das nossas jogadoras. Isso é um fato!

      Excluir
    2. Concordo com o último anônimo. Daquele jogo só a Garay se salva. O resto pipocou. Dani Lins por exemplo fez uma distribuição terrível. E ZRG vendo tudo passivamente.

      Excluir
  8. Cada vez que ouço Macris com tanta badalação me desperta uma preguiça tão grande. Duvido que ela seja a salvadora da pátria nessa Olímpiada, isso se ela for e não tem nem nível de comparação a dificuldade de uma olímpiada com Superliga. Sem contar que Macris e Tandara ainda não deu liga, óbvio que Macris merece Tokyo, mas não tenho muitas expectativas com sua performance.

    Zé Panela deveria ao menos ter convocado Mara, lógico que fez uma péssima temporada, mas queria ver a performance dela ao menos na VNL com a Macris. Se a criatura convocou Bia, Mara também merecia esse crédito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A única vez que Macris e Tandara jogaram juntas de titulares no ciclo inteiro foi com a última improvisada na ponta no PO de Uberlândia. Tenho fé que as duas se acertarão em Saquarema já antes do início da Liga das Nações.

      No fundo, eu tenho medo real de que o ZRG leve mesmo a Bia pra Tóquio. Deus defenda!

      Excluir
  9. No ultimo grande campeonato a nível mundial: A Copa do Mundo do Japão 2019, as russas ficaram em 3º, USA em 2º e a China campeã invicta em 1º. De lá pra cá, as russas melhoraram e irão contar com a volta da libero Malova. Kosheleva também não jogou a World Cup 2019, mas vai a Tokyo. O técnico será o mesmo: Busato. Não é um técnico de nível. As centrais russas são medianas. No mata a mata, 0 3º e 4º do grupo da morte pegam o 1º ou 2º do grupo do BRA. O técnico do BRA vai escolher ( dependendo da ordem dos jogos) um cruzamento com as russas. Vendo o jogo da semifinal entre Kazan x Moscow, a libero Malova errou apenas umas 3 vezes. As recepções no geral estavam ótimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado. 1º e 4º de cada grupo olímpico se enfrentam e há um sorteio entre os 2ºs e 3ºs pra definir as outras quartas.

      Excluir
  10. Sinceramente, com o grupo completo, o Brasil é disparado a melhor seleção. Macris, Tandara, Nathalia, Gabi (+Garay), Thaisa, Carol e Brait. Se o time der liga, vai ser uma Olimpíada histórica. China e Sérvia são supertimes, mas tem um jogo muito dependente de uma só atacante. Itália também é carregada por uma única estrela. Os EUA são o oposto, um grande time, mas falta quem defina na hora H.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Macris, Tandara, Nathalia, Gabi (+Garay), Thaisa, Carol e Brait. Comparem:
      ITÁLIA: Egonu é a melhor atacante do mundo, mas sozinha não vai dar conta.
      EUA: O Brasil é superior em todas as posições.
      CHINA: Zhu é a jogadora mais completa do mundo, mas todas as demais são bem inferiores às brasileiras.
      SÉRVIA: Boskovic é muito melhor que Tandara. Ognjenović é melhor que Macris. Nas demais posições, só dá Brasil.
      Gente, essa Olimpíada é nossa. Já chega de perder tendo o melhor time. 2014 e 2016 não podem se repetir.

      Excluir
    2. Brasil não ganha mais nada. Não adianta vir com essas jogadas aceleradas com as centrais, porque isso já estar bem anotado. USA e CHI são extremamente técnicas e irão sucumbir o Brasil. China, USA, Servia e Itália. Podem surpreender RDM e RUS.

      Excluir
    3. O tombo vai ser grande e será nas quartas de finais. Irão enfrentar uma pedreira. Tem técnico(a) competente nas outras seleções. Não vem com essa historia de marcar determinada jogadora, nas outras seleções isso não vale, pois tem outras fortes atacantes. Se vcs perderem para Servia e RDM e quem sabe Japão, terá a China novamente nas quartas de final.

      Excluir
    4. "Se vcs perderem..." PQP!!! A poc retardada só pode ser do Peru ou da Mongólia, tu é brasileiro CRL!!! Não sabia que o Chile (CHI) estará em Tokyo.

      E se perderem, foda-se, ninguém aqui vai entrar em depressão e nem cometer suicídio. OTÁAAARIO!!!

      Excluir
    5. É sempre o mesmo IDIOTA escrevendo a sigla da China como CHI e não CHN, aff.

      Excluir
    6. É o cretino que torce fervorosamente para as dopadas russas kkk.

      Excluir
    7. Essa olimpíada será totalmente atípica, não dá pra cravar nada. Por mais que muitos brasileiros torçam contra, não entendo, mas é o direito de cada um, o Brasil sim tem força e time pra buscar medalha, é competitivo. Temos centrais e um conjunto forte, Macris poderá usar muito nossas centrais de alto nível, porque não será Megan Easy e Pri Daroit que estarão no passe.

      Excluir
  11. Se analisarmos no geral, Brasil e USA tem o melhor conjunto! Sérvia, China e Itália dependem exclusivamente de uma jogadora! Se essa não funcionar, essas seleções espancam! Veja na VLN, quando Zhu jogou mal e o Brasil deu uma surra! Nesse dia Zhu deitou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. China tem um timaço completo, é a equipe a ser batida.

      Excluir
  12. vamos acreditar na nossa seleção! Vamos confiar, o Brasil sempre foi ótimo em equipe! Confiar q Macris fará uma ótima de distribuição e as jogadoras brasileiras estarão voando, no bom sentido!

    ResponderExcluir
  13. Penso que, com esse cenário atual, não há uma seleção "grande favorita" ... certamente, o Brasil não tem "a grande definidora" como, no momento, são por exemplo: Egonu e Boskovic... mas, tem boas jogadoras em todas as posições... que, inclusive, se não ficar neste arroz com feijão de ZRG (com esta ideia de "pragmatismo"), pode ser competitiva frente a qualquer seleção do mundo ...
    Talvez, MACRIS, TANDARA, THAISA, GATTAZ, NATALIA, GABI e BRAIT ... seja uma equipe combativa o suficiente para encarar mano a mano SÉRVIA, ITÁLIA, CHINA e USA...

    ResponderExcluir
  14. Egonu manda beijos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver se ela não será engolida de novo pela Boskovic na seleção.

      Excluir
  15. ZRG deve ter gostado do jogo da Majacris ontem. Sob pressão, ela conseguiu retomar as extremidades para o jogo com a Cuca prendendo o block do Praia. A vegana só tem que repensar as bolas de segunda, pois estão bem marcadas pela defesa praiana.

    ResponderExcluir
  16. Gente, olha o nível da nossa levantadora olímpica:

    WHO Nº 1: Dani, você e Polina não estão mais se seguindo?

    PANI LINS: n sigo pessoas q n gosto!!! Amizade igual essa quero longe!

    WHO Nº 2: melhor se afastar mesmo. Polina quase ficou sem coluna por sua causa... Coitada das jogadoras da seleção

    WHO Nº 3: mas a Polina não falou mal de vc na live, pelo contrário, defendeu suas jacas na linha dos 9 pra ela, disse que era um pedido dela.

    WHO Nº 4: só pq ela falou a verd que você levanta jaca ?

    WHO Nº 5: você é jaqueira. Ela ainda lhe defendeu. Mas vc como amiga do Voloch preferiu ir por ele.

    WHO Nº 6: acho você maravilhosa! Mas não estava estendendo o motivo de tanto tijolo que você estava levantando pra ela, ela defendeu a quantidade de balão que tu levantou e tu diz q não gosta dela? Eu hein dani n seja a Regina george

    WHO Nº 7: Coragem viu ! Polina carregou esse timeco até a semifinal .... certa ela em não seguir levantadoras medianas que só levanta jaca

    WHO Nº 8: a líbero do time levantava melhor q ela

    Cara, não sei qual o comentário mais engraçado, acho que a do último who. Kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Acabei de ver essa sequência no instagram da Pani. Polina nem falou mal da jaqueira naquela live polêmica, mas pode ter acontecido alguma coisa entre as duas nos bastidores que a gente não sabe. E deu pra ver que a Pani bloqueou a azeri no instagram quando a última deu parabéns pela convocação kkk.

      Excluir
    2. O ego dessa criatura é proporcional a sua decadência, posso contar nos dedos de uma mão as partidas descentes que ela fez pós Londres.

      E vejo que desde aquela resposta que mal criada que ela deu ao Zé Panela na época do Hinode Barueri que ela apertou o botão do "FODA-SE" e perdeu toda compostura e ética. Mais uma coisa é certa teremos que engoli-la a seco na Olímpiada e de titular. Depois daquela atuação desastrosa na Rio 2016 e no Mundial de 2018, ela deveria ter baixado mais a bola e se tivesse bom senso não aceitaria mais nenhuma convocação. Se não fosse a Polina, o BauCU e seu investimento milionário nem nos playoffs teria chegado.

      Tadinha da minha Fabíola, passando anos e anos como reserva dessa arrogante. Por isso a coitadinha pegou trauma da seleção e do Zé Panela.

      Excluir
    3. Vendo pela primeira vez a serie final entre o Minas e o Praia, percebi que o nível do jogo parece ser melhor nas finais brasileiras do que nas finais da Rússia. Foram grandes jogadas e defesas no Brasil e na Rússia muitos saques e ataques. Foi um dia de final no inicio da tarde na RUS e final no fim de noite no BRA. Na Rússia estava torcendo por Lokomotiv, apesar da Goncharova estar no Moscow, mas uma família do vôlei precisavam vencer juntos no Lokomotiv Kaliningrad: pai e filha foram campeões: Voronkov, o técnico e o pai da atacante Vorokova. Busaro, aquele técnico de nível indesejável, estava lá assistindo. Há umas centrais mais fortes do que algumas que sempre são convocadas na Rússia. Natalia pipocou.

      Excluir
    4. Estou torcendo muito para a Betinha ficar com a vaga da Pani a fim de entrar nas inversões no lugar da Majacris.

      Excluir
    5. O nível da SL brasileira é muito melhor do que a russa, nem se compara.

      Como Natália - melhor atacante do torneio - pipocou se carregou a decadente Goncharova nas costas e ainda teve que se virar com o caroços vindos das jaqueiríssimas Romanova e Babeshina? A última mesmo no fim do 3º set mandou umas bolas tão horrendas para a brasileira que chegou a doer os olhos, aff.

      Excluir
    6. Independente das levantadoras que forem, a seleção brasileira lutará com muito afinco e garra pelo quarto ou, se deus quiser, terceiro lugar em Tóquio!

      Excluir
    7. Mãe Dináh ressuscitou? kkk

      Excluir
  17. Seleção A 29 DIG 44 Seleção B
    Seleção A 31 RECEPTION 30 Seleção B

    O que significa esses dados estatísticos ? analisando quem se saiu melhor nestes dados e como eles são interpretados?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Obrigado por comentarem aqui, mas peço que vocês façam isso com respeito para mantermos um nível de discussão agradável. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. É um prazer voar com vocês! ;)