"É Carol e mais 11." Tudo bem! Mas qual Carol?

Estamos nos aproximando da reta final da temporada de clubes e a cada rodada da Superliga que termina, os torcedores formam times para os jogos olímpicos de Tokyo.

Conseguimos facilmente pensar em nomes indispensáveis para a seleção e outros que supomos ser escolhas do técnico José Roberto Guimarães. Escolhas nem sempre justas, é verdade. Mas o texto que você está lendo busca afastar-se do assunto. Não quero tratar aqui, as preferências do técnico da seleção. Prefiro discutir vôlei jogado.

Pois bem!

Entre os nomes "certos" na posição de central, a dupla bicampeã olímpica, carinhosamente apelidada pelo torcedor de "torres gêmeas", aparece e devem representar o Brasil em mais uma Olimpíada. Thaísa é de longe, nossa melhor central, Está em uma fase exuberante e uma forma física invejável. Ela é destaque absoluto na Superliga. Fabiana, apesar de não estar em sua melhor fase, voltou a seleção brasileira no ano passado, nos representando na Copa do Mundo em 2019 e não fez feio. Hoje, está atuando no Japão e prepara-se para se reapresentar mais uma vez à seleção, visando os jogos em Tokyo. 

A lacuna que se abre, mas se preenche na boca do torcedor com vários e vários nomes, a cada rodada, é a terceira central. Hoje, por desempenho e vôlei apresentado, não consigo pensar em um nome, a não ser o de Carol. Em dose dupla!

Tanto Carol Gattaz do Itambé Minas, quando Carol do Dentil Praia Clube, estão apresentando um vôlei de encher os olhos, buscando com bloqueios e ataques, um lugar na lista de Zé Roberto. 

Carol Gattaz (Minas) ataca contra bloqueio de Carol (Praia)
Foto: Divulgação/CBV

Nada está definido!

Pelo menos, no que diz respeito a vaga olímpica, não. Mas é bem verdade, que as duas tem méritos para disputar na bola, com uma convocação para disputar a Liga das Nações 2020, o posto de terceira central do Brasil.

As duas tem grandes chances e possuem características distintas. 

Gattaz, atacante mais veloz da rede de 2, que possui entrosamento ímpar com Macris (levantadora titular da seleção), está em constante evolução no bloqueio. No segundo turno da Superliga, pra se ter uma ideia, já bloqueou mais do que no primeiro (11 jogos disputados), em apenas 8 jogos em que participou. 32 bloqueios contra 20 do primeiro turno, além de ser a terceira atacante mais eficiente da competição. Conta ainda a seu favor, sua experiência (38 anos), liderança (capitá do Itambé Minas) e boas passagens pela seleção. 


Carol Gattaz premiada MVP do Sulamericano de Clubes 2018
Atualmente, a central é tricampeã da competição
Foto: Divulgação/Minas Tênis Clube

Carol, central do time de Uberlândia, é a segunda maior bloqueadora da Superliga e tem o ataque mais eficiente. Está em uma fase incrível. Provavelmente, vive o auge físico e técnico de sua carreira e tem evoluído muito no ataque. Joga muito melhor na rede de 3 e diferente da Carol do Minaz, participou de todo o ciclo olímpico, com exceção do ultimo ano, onde foi subutilizada. Por escolha própria, retardou apresentar-se à seleção e viu Mara (central do Osasco), diminuir seu espaço.

Carol defendendo o Dentil Praia no Mundial de Clubes 2019
Foto: Divulgação/FIVB

Ainda falta muita "água pra rolar", ou melhor, muita bola pra atacar e bloquear e ambas vem se destacando muito, estando um passo a frente das demais. Mas então, com qual Carol? Não sei!

Uma bloqueia melhor, outra é mais consistente no ataque. Juventude vs experiência. As duas possuem qualidades suficientes pra serem olímpicas. Infelizmente não exergo cenário que possa abraçar as duas, apesar de merecerem. Hoje não vejo outro nome, com todo respeito as outras centrais, pra melhor representar a seleção brasileira, do que Carol. Mas qual?

Bem...

Isso, só o tempo dirá. Talvez, as duas assistam a Olimpíada do sofá, apesar de achar improvável, mas não impossível. Mas acho difícil, pelo que estão jogando, não ouvir esse nome (Carol) durante as transmissões dos jogos olímpicos de Tokyo, entre as relacionadas na busca pela conquista do tão sonhado tricampeonato olímpico.

Comentários

  1. Gattaz precisa mostrar o jogo com outra levantadora. Igual a Mara está tentando fazer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a Mara não foi procurar entrosamento com outra levantadora, ela foi preterida por Thaisa e preferiu jogar de titular em Osasco do que ser reserva no Minas. Fora que Macris será a levantadora em Tóquio, então pra que a Gattaz vai se preocupar?

      Excluir
  2. Apesar de Carol Gattaz ter um excelente entrosamento com Macris, provável levantadora titular em Tóquio, acredito que fisicamente ela não aguentaria uma Olimpíada, onde se exige muito mais de uma atleta do que os campeonatos nacionais, ao enfrentar as melhores jogadoras do mundo. Quanto à Carol do Praia, considero-a excepcional, pois compensa sua baixa estatura com muita técnica e velocidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se zrg seguir os mesmo critérios da rio 2016 levará 4 centrais,e uma oposta apenas

      Excluir
    2. Acho que, desta vez, é mais provável ele fazer uma manobra dessas, de levar só uma oposta, pra levar uma ponteira a mais (5 ponteiras), e não 4 centrais. Natália, Gabi e Garay garantidas (embora esta última não esteja merecendo), e acho que ele é capaz de levar Jaque e Amanda também.
      Mas acho que ele vai acabar levando Lorenne, Sheila ou Rosamaria, para reserva da Tandara.

      Excluir
    3. Concordo com vc Dan...além do que a meda da idade da seleção vai lá pra cima ..tipo 36anos considerando as supostas convocadas como ex.Sheila .Olimpíada é sem respirar ,não tem espaço e pra contusão tão pouco pra descanso.Alias mtas chegarão cansadas como é de praxe em jogos Olimpicos.Tandara tem a 2@lesao abdominal..imagine que clube é clube,ele paga e não poupa jogadoras e a seleção sobra de mtas competições e jogadoras ficaram sem descanso.tipo Lorene...que tá na baixa..cansada.Tirando Macris , a Mara,Bia, morro abaixo.Tenho mtas dúvidas sobre se passamos da 1@ fase.Mas torcendo mto.

      Excluir
  3. As duas Carols terão que jogar a VNL inteira para uma garantir a vaga. Embora seja de conhecimento universal que a terceira central vai só pra fazer número mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não em caso de lesão.

      Excluir
    2. Como aconteceu entre Thaísa e Juciely na Rio 2o16.

      Excluir
  4. Ana Carolina: Rede de 3 muito boa, rede de 2 regular, MUITO boa no bloqueio, muito boa sacadora. Carol Gattaz: Rede de 2 muito boa, rede de 3 bem ruinzinha, mediana no bloqueio, e mediana no saque. Eu levaria: Thaisa, Carol e Carol Gattaz ou Thaisa, Fabiana e Carol. Bia e Mara deveriam estar fora do baralho, mas Zé tende a convocar Bia(deus me livre dessa china) e dar novamente milhares de chances, Mara é incógnita, tem menos de 40% no ataque nessa superliga e pode ganhar oportunidade depois de seu último ano na seleção, eu não levaria nenhuma dessas duas, está muito atrás, principalmente da Thaisa e Carol. Adenizia é um caso a parte e não acredito que recuperará o time certo até a VNL. Não sei se alguém olhou os números de Fabiana no Japão, não foram dos melhores, terminou com média de menos 1 block por set, e um pouco mais de 40% no ataque, pra campeonato japonês são números bem medianos, mas tem privilégios na seleção, pode ir mesmo sem render tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que eu vi em uma entrevista da Fabiana as jogadoras do clube dela estavam se poupando para os jogos olímpicos e por isso a temporada foi muito abaixo do Hisamitsu Springs que praticamente tem quase todas as jogadoras principais do Japão no seu elenco fora que o entrosamento de uma central de 1,95 com uma levantadora de 1,57
      deve ser bem difícil.

      Excluir
  5. Gattaz não merece ir a Tóquio pelo mesmo motivo da Fabiola, não fez o ciclo todo e só quer seleção agora por causa das olimpíadas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olimpíada é momento, foda-se o ciclo.

      Excluir
    2. Então se for pensar em ciclo, tambem iriam Bia, Amanda, Drussyla, Suelen, Roberta, etc.

      Excluir
    3. É isso, Marcos. Joga em Tóquio quem estiver melhor agora, fora que o atual ciclo foi super caótico pelas lesões. E outra: Fabíola fez todo o ciclo de Londres para ser injustamente cortada às vésperas da Olimpíada.

      Excluir
    4. Fabíola foi cortada pq não quis jogar no Campinas.
      A Fernandinha aceito o Campinas, e ganhou a seleção 😁😁😁

      Excluir
  6. As centrais titulares serão Thaisa e Fabiana. A terceira central vai ser uma jogadora pra entrar nas partidas em certos momentos, pra sacar ou pra bloquear (no lugar da levantadora ou da Gabi) em um momento decisivo do set. Sendo assim, a terceira levantadora deve se destacar nesses fundamentos. Por isso, a Carol do Praia seria a mais indicada, mas o José Roberto talvez considere Adenízia ou Bia, principalmente pelo bloqueio. Mara, Gattaz e Juciely, acho pouco provável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol é a melhor blocker de todas(acho), e pode substituir as titulares nas duas redes, pois é regular no ataque em qualquer posição, diferente de Mara, Bia e Gattaz, que encalham nas redes diferentes.

      Excluir
    2. *terceira central

      Excluir
  7. Ótimo post pra debate e mais do que na hora de discutirmos Tóquio.

    Também gosto das duas Carol, com um preferência por Gataz e explico: se Fabiana e Thaísa serão titulares, levaria Gataz pelo entrosamento com Macris, para o esafogo da rede. Outro ponto a favor: estatura! Carol do Praia é ótima, mas em Tóquio teremos ponteiras e centrais muito mais altas que o padrão da SL por isso Gattaz leva vantagem na minha opinião. Outro ponto: físico? Se for uma central reserva será para entrar quando a rede empacar e não pra tanto sacrifício. Resumindo: melhor escolha seria Gattaz, porém não acredito que o Zé a leve... Infelizmente! Nitidamente ele tem preferências pela Carol do Praia...

    E sobre Thaisa, chuto dizer que será a MVP da SL se o Minas fora o campeão. Mais do que merecido, está na mesma altura (ou até melhor) do que em Londres 2012. Deus nos abençoe que ela esteja assim em Tóquio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaísa deusa fênix! Deus irá ajudar o joelho dela resistir até a Olimpíada.

      Carol definitivamente não conta com a preferência do ZRG, ano passado foi a prova.

      Excluir
  8. Thaísa é inquestionável. Fabiana deixou a desejar na liga japonesa, mas foi bem demais na Copa do Mundo. Em forma, é titular. A terceira central segue uma incógnita. Juciely x Gattaz x Carol x Bia x Adenizia x Mara. O que vcs acham de Juciely? Às vezes, acho que ela seria a melhor escolha. De repente, lembro de Gattaz, sua experiência, seu bom desempenho na china com a Macris. Ai me questiono sobre a queda de rendimento que ela teve entre as últimas 2 temporadas e a atual, mas ainda segue jogando muito. Mas e o seu bloqueio dá conta? Ai, vejo Carol com atuações bem consistentes na superliga e coloca mais dúvida ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São 6 centrais disputando uma vaga. Eu tbm tenho muitas dúvidas sobre isso. Espero que o ZRG não repita o erro de levar 4 meios como na Rio. Adenizia tirou o lugar da Brait em 2016. Camila poderia ter ido de ponteira para fazer fundo no lugar na Natália.

      Excluir
    2. El levará 3centrais e 4 ponteiras Juciely. ficou pra trás,Adenisia idem,qto a Mara,Bia, Carol, Gattaz eu creio que na cabeça do Zé Ruela vai na confiança que a jogadora pode passar em um 15 x14 contra a Rep.Dominicana saque nosso(não pensem que será fácil). abraços

      Excluir
  9. Gente a Carol do Praia é ótima bloqueadora aqui com as jogadoras baixas da SL Brasileira, numa olimpíada não vai bloquear isso tudo não. Eu iria de Adenízia ou Gattaz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Gattaz joga a superliga também e não ficou nem no top 5 de bloqueadoras

      Excluir
  10. Tem sim uma central ligeiramente acima dessas duas jogando no Brasil: JUCIELY BARRETO.

    Assista um ou dois jogos do Sesc Rio e você verá que ela é uma líder no time entre atacantes e faz muita diferença no bloqueio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe a Jucyele é jogadora de clube apenas, já esteve na seleção e não fez diferença.

      Excluir
    2. No seu sonho, né? Os haters gostam de crucificar a Jucy por conta daquele infeliz erro de saque dela no tie contra a China. Mas lembrem que ela mandou pro banco ngm menos que a 'rainha' Thaisa e virou tudo no ataque.

      Excluir
  11. Adorei o post para discussão!

    Pra mim, Thaísa (pelo que tem feito e pelo entrosamento rápido e forte com a Macris) é inquestionável.

    Fabiana também tá 90% garantida (pelo que fez ano passado, também já jogou com a Macris) e só uma lesão tira ela.

    Levando em conta o momento (e olimpíada é momento, a despeito das loucuras do ZRG), Bia, Mara (baixo rendimento de ambas) e Adê (lesão muito recente) estão descartadas. O mais racional seria apostar em 3 centrais e 4 ponteiras pra ter opção de passe e ataque se a coisa estiver indo mal. Então, acredito que a briga esteja entre: Jucy (pesando contra a queda no desempenho e a falta de jogo com Macris, a favor excelente bloqueio e poder de decisão), Gattaz (pesa contra não jogar campeonatos de seleções de alto nível internacional há anos e ser mediana no blok e saque, a favor o excelente desempenho na SL, o entrosamento com a Macris, a china poderosa, altura e liderança) e Carol (pesando contra a altura apenas e a favor a rapidez, excelente blok, ótimo alcance, saque poderoso e juventude).

    Acredito que ele prefira a Carol (ou até mesmo Bia ou Mara pq é o Zé) à Gattaz mas o cenário ideal seria testá-las na VNL. Sinceramente, amo a Gattaz mas não acredito que ela tenha físico tanto pra VNL como pra olimpíadas. Pra mim, as 3 ideais no momento são Thaísa, Fabiana e Carol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O foda é não saber ao certo o que o ZRG pensa. Muitas opções de centrais mais as loucuras do técnico geram muitas dúvidas sobre a convocação olímpica.

      Excluir
  12. Vocês lembram que a Tandara falou que ela é a Macris não se entrosaram pq a Macris gosta de acelerar o jogo e a Tandara é jogadora de bolas empinadas ??
    Acham que isso pode pesar contra a Macris na hora da convocação pras Olimpíadas o fato dela não se entrosar com a nossa principal atacante ??
    Pq do meu ponto de vista é mais fácil o Zé cortar a Macris por não achar o tempo certo da Tandara do que cortar a Tandara por não saber jogar com bolas rápidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela falou isso quando?

      Excluir
    2. Na altura do pre olímpico acho, ela até disse que elas iriam precisar de mais tempo e treino

      Excluir
    3. https://www.google.com/amp/s/amp.webvolei.com.br/2019/07/em-live-tandara-admite-que-entrosamento-com-a-macris-ainda-nao-e-ideal/

      Excluir
    4. Queria saber o contexto da Tandara quando falou isso. Mas não acho que pese contra ela não, até porque acredito que isso seja questão de ajuste. O único ponto fraco da Macris era esse mas ela vem evoluindo nisso nessa SL com bolas cada vez melhores pra Acosta e Dobri. Se for um momento onde seja bola pra Tands, põe a Fabíola e já era. Por isso seria bom levar duas com características distintas, muito embora com Gabi e Brait no fundo, o jogo rápido do Brasil pode funcionar muito bem.

      Excluir
    5. Tandara e Macris irão se ajustar treinando muito juntas antes de Tóquio, sem grandes preocupações.

      Excluir
  13. MACRIS/FABÍOLA
    TANDARA/ROSAMARIA
    GABI/NATALIA/GARAY/JAQUE (AMANDA)
    THAISA/GATAZ/ CAROL
    BRAIT

    Qualquer seleção que não seja essa é loucura daquele velho esclerosado.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ele deveria fazer algumas fases com Rosamaria e Lorenne. Sempre se deve ter duas opostas de características distintas. Rosa e Tandara tem jogo idêntico e numa impossibilidade da Tandara depender da Rosa é temerário.

      Excluir
    2. Tbm prefiro Rosa do que Lorenne. A primeira tem mais garra, não tenho paciência para gente morta em quadra.

      E a única oposta que tem estilo de jogo diferente da Tandara é a Sheilla.

      Excluir
  14. Osasco-Audax 1 x 3 Minas (20/25, 25/14, 14/25, 23/25).

    OSA - Bjelica 19, Ellen 15, Bia 7, Vanessa 7, Roberta 6, Mara 5, Casanova 1.

    MIN - Thaísa 21, Gattaz 18, Acosta 14, Bruna 8, Rabadzhieva 8, Sheilla 5, Kasiely 3, Lana 1.

    Acompanho a novela (rsrsrs) e todas as análises interessantes de vocês de modo imparcial, pois não tenho opinião formada honestamente (só Thaísa!!). Mas contra fatos não há argumentos. Bizarro como a rede do Minas fez simplesmente METADE dos pontos do time. Esse trio Macris com Thaísa e Gattaz deveria ser o titular em Tokyo. Period!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. " Esse trio Macris com Thaísa e Gattaz deveria ser o titular em Tokyo." Concordo plenamente. Com todo respeito que Fabiana merece pelo que já fez, se for pra Olímpiada será pelo nome. Foi muito mal no Japão, onde deveria ter feito a festa atacando por cima do bloqueio. Nas últimas temporadas no Brasil, onde fui a muitos jogos com ela em quadra, o que se via era uma má vontade tremenda de jogar, não bloqueava, não atacava. E por vezes fazendo cara feia pra levantadora. Quando penso que Carol Gataz e Carol não irão pra Olímpiadas em detrimento dela chega a ser desumano e uma das maiores injustiças do vôlei.

      Excluir
  15. Não levaria a Fabiana para Tóquio. Thaisa com certeza tem que estar nas Olimpíadas. Depende dela querer disputar os jogos. Não sei se a Carol Gattaz tem chances. Ela tá jogando muito, sem dúvidas, mas os critérios para se estar na seleção feminina são muito duvidosos. Ou seja, ninguém tem vaga garantida e podemos ter grandes surpresas quanto a escolha das centrais.

    ResponderExcluir
  16. Apesar de eu achar que já passou da hora da seleção renovar levaria as duas Carol e a Thaíza, sem medo de errar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A verdadeira renovação irá ocorrer, na marra, a partir do ano que vem com a aposentadoria definitiva do ZRG e dos medalhões.

      Excluir
  17. Atualmente eu levaria Thaísa, Carol como titulares e Gattaz de reserva, se não levar Gattaz, daria mais uma chance a Ade... Mara acredito que ficara pra 2024, Bia e Fabiana não merecem e Juciely na seleção não rende.... só joga no Rio...

    ResponderExcluir
  18. Hoje, em relação a Tóquio, penso em 6 nomes garantidos: Macris, Thaisa, Gabi, Natália, Tandara e Brait. Pode ser que a lista para a VNL desse ano será bem recheada para alguns testes, por conta de nomes que vêm se destacando na temporada (a boa fase de Jucy, a volta de Adenízia a Superliga e a Rosamaria despontando na Itália)
    Teremos os nomes certos, dependendo do desempenho do time na VNL

    ResponderExcluir
  19. Creio que a liga das nações iria decidir isso, agora não sei mais. Seria a oportunidade para Gattaz, Rosamaria e Lorenne mostrarem o que tem, além de dar um descanso para Tandara e Thaísa, Gabi e Natália. Tem de ver a situação da Garay, poderia ser usada também na VNL. Ele deve levar Amanda pra fazer o papel que já foi da Jaque, sendo que a Amanda está em melhor fase no ataque e é mais inteira fisicamente.
    Outra dúvida é se ele levará Macris e Fabíola ou Macris e Dani Lins, seu eterno xodó.
    Do mais, com certeza ele levará Sheila e Fabiana, por serviços prestados.
    Minhas centrais seriam seriam Thaísa, Fabiana e Gattaz, só para corrigir o fato dela nunca ter ido a uma olimpíada. No próximo ciclo eu investiria pesado em Milka. Tem muito potencial.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Obrigado por comentarem aqui, mas peço que vocês façam isso com respeito para mantermos um nível de discussão agradável. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. É um prazer voar com vocês! ;)