Jamie Morrison é demitido da Holanda

A Federação Holandesa (Nevobo) anunciou hoje a demissão do seu técnico, o americano Jamie Morrison, que comandava a equipe desde 2017. A alegação da Nevobo é que Morrison não passava mais confiança, devido aos maus resultados do ano de 2019.

Segundo a Federação, as metas para 2019 não foram atingidas. Sob o comando de Morrison, a Holanda perdeu o jogo decisivo do Qualificatório Olímpico para a Itália e caiu nas quartas de final do Campeonato Europeu para a Turquia, seu principal rival no Qualificatório Olímpico Europeu (QOE). A situação mais crítica do time foi na Copa do Mundo, quando perdeu para Estados Unidos, Sérvia, Rússia, China, República Dominicana e Japão.

Nevobo anunciou neste sábado a demissão de Jamie Morrison (Foto: FIVB)


O diretor da Nevobo, Joop Alberda comentou a saída de Morrison. "Lamentamos muito ter que tomar essa decisão difícil. Jamie alcançou ótimos resultados com a equipe em 2017 e 2018 e somos gratos por isso. No entanto, após uma extensa avaliação da temporada passada, não há confiança suficiente para continuar o trabalho para o próximo QOE e para o Mundial dee 2022".

Jamie Morrison também lamentou sua saída. "Nos últimos três anos, me dediquei de coração e alma ao time holandês de vôlei. Trabalhei com prazer e energia em Papendal, com uma equipe fantástica ao meu lado. No entanto, não atingimos nossos objetivos em 2019 e sou responsável por isso. Eu gostaria de ter terminado o trabalho que iniciei em 2017, na corrida para Tóquio, mas isso não é mais possível. Desejo à equipe e ao programa todo sucesso no futuro".

A Federação disse que começará a partir da próxima semana a busca por um novo técnico para assumir o lugar de Morrison. A Holanda está a apenas 94 dias do QOE, que sediará a partir do dia 07 de janeiro.

Comentários

  1. Decisão mais sensata seria impossível, Holanda tem um material humano bom demais para digerir fracassos tão vexatórios como os últimos. Incrível como o Morrison pegou uma base tão boa e não conseguiu aproveitar quase nada evoluindo o time, pelo contrário, a sensação é de paços para trás. Os bons momentos que viveram durante o ciclo(lampejos) foram muito mais encostados no talento individual de algumas jogadoras. A questão é: quem assumirá? Não será fácil pegar a equipe faltando tão pouco tempo para a competição mais importante do ciclo para elas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde já se viu demitir um técnico tão proximo do qualificatorio europeu?? Morrison pode não ter atingido os objetivos pretendidos nesse ano, mas já deu uma cara nova para seleção laranja. O nível de defesa cresceu absurdamente e sacolaram a seleção brasileira em grande estilo. Turquia classifica para Tóquio e esse time holandês vai chorar na cama que é lugar quente.

      Excluir
    2. E tomaram um 11 a 0 no tie contra a RDOM na Copa do Mundo kkk.

      Excluir
  2. Não duvido nada que o sempre sorridente e animado(é uma ironia) Avital Selinger volte a comandar as laranjas.

    ResponderExcluir
  3. Oh gloria, Deus ouviu minhas orações, vamos laranjas, rumo a Tóquio!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que isso vai ser ruim, Bruno. O técnico vai ter aproximadamente 3 semanas p treinar com seu time no momento mais importante do ciclo.

      Excluir
    2. Exato, Gustavo. Fora a responsabilidade gigantesca de jogar em casa pela classificação para Tóquio. Quem assumir o comando laranja vai ter um baita pepino nas mãos para descascar.

      Excluir
    3. Verdade, mais a incerteza do time conseguir algo com ele também é muito grande, a Nevobo até tentou dar mais uma chance pra ele nessa copa do mundo, onde ele se saiu muito bem até a quarta rodada, mais depois disso ficaria muito complicado colocar o sonho de uma olimpíada nas mãos deles, por exemplo na mão do maldito Guidetti esse time tinha bem menos experiência e jogava bem mais com um elenco mais deficitário, hoje em dia quase todas as jogadoras estão em grandes centros mais o time com ele não roda! Digamos que, eu como um bom holandês de coração que sou, kkkkkk, vamos pecar por tentar, mais não por omissão.

      Excluir
  4. Torcendo pra Ser o Santarelli. Ia ser ótimo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma boa opção, mas não acho que ele irá deixar a Croácia na mão.

      Excluir
  5. Ele era promissor mas fica estatico em muitos momentos e levava um time deficiente em setores que havia boas opções para suprir certas deficiências

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investiu muito pouco no banco... Não desgosto dele como técnico, só nas opções para o levantamento. A Holanda decaiu muito em ataque.

      Excluir
  6. O tiro de misericórdia no Morrison foram os vexatórios 11 a 0 no tie contra as dominicanas na Copa do Mundo. A Holanda é o time intermediário mais promissor, mas tbm o mais despreparado emocionalmente.

    ResponderExcluir
  7. Na Olimpíada, primeiros e quartos colocados se enfrentam nas quartas e há um sorteio para determinar os jogos entre segundos e terceiros lugares de cada grupo. Terzic boicotou a Copa do Mundo visando ficar em 1º no grupo A em Tóquio. Essa é possivelmente a forma mais segura de pegar a China apenas na final. Espero que os planos do zumbi cigarrento não se concretizem e ele leve um tombo colossal ano que vem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tem bobinho (a) que pensa que não kkkkkkkk. É nítido que o Térzic sabe que hoje a China é a grande ameaça e no auge da sua arrogância e inteligência já deve estar armando todas as probabilidades. Ainda bem que o esporte é uma caixa de surpresas incrível. Auge da audácia foi dar folga a si mesmo na copa e na VNL e tem gente que não captou o recado... Kkkkkkkk
      Apesar de gostar de muitas sérvias (Bosko, Bjelica <3) aceito a cabeça delas até da bandeja americana ano que vem! Veljković vai engolir o berro hahahaha

      Excluir
    2. KKKKK EXATO! Se houver uma reprise Sérvia x EUA no mata-mata ano que vem, eu torço para as chicleteiras kkk. Terzic tá muito seguro que vai ganhar o ouro, mas ele esquece que Olimpíada é o campeonato mais imprevisível que existe no vôlei (só lembrar do Brasil em Londres e da China na Rio). Eu quero ver Ognjenovic e Veljkovic chorando SANGUE no Japão mwhahaha.

      Excluir
    3. Tão malucos? Sou antichicleteiras até o fim, já tive pesadelos vendo Flopinson, Pantufarson, FubáDrews e Zé Panela americano com ouro olímpicos (ao acordar chorei que solucei), em um jogo mata-mata quero mais que as sérvias derrubem as chicletes do deboche e numa final Zhuzão meta uma bolada na gralha gritadeira e outra bolada na Rivotril. #chicleteirascampeasNAO
      Se alguém tiver o vídeo da bolada da Zhu na Rivotril, pf mandem o link. Kkkkkkkk

      Excluir
    4. Eu tbm odeio as chicleteiras, mas não digeri as falcatruas sérvias.

      https://www.youtube.com/watch?v=ORpSRVUezgo

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    5. Obrigado pelos mimos, o melhor foi após a bolada o Marco Freitas dizendo que a levantadora servia parecia não estar bem psicologicamente que deveria ter sido substituída bem antes. Kkkkkkk

      Excluir
    6. KKKKKKKKKK Marco Freitas é outro cretino que fala muita merda.

      E o melhor é a cara da Zhu depois da bolada KKKKKKKKKKK. A Rivotril ficou desnorteada KKKKKKKKKKKKK.

      Excluir
    7. Gosto do Marco Freitas, só não gosto quando ele comenta os jogos do SESC Rio, por motivos óbvios. Kkkkkk

      Excluir
    8. Kkkkk Ele fala demais e isso atrapalha a transmissão. Fora que favorece abertamente determinados clubes e atletas na narração dos jogos.

      Excluir
  8. Deveriam ir atrás no Marco Aurélio Motta. Ele tem feito um bom trabalho no Eczacibasi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma ótima opção! Mas o Selinger tá de olho kkkkkkk

      Excluir
    2. Tenho até calafrios quando escuto Marco Aurelio Motta. Que vá pra Holanda e passe bem longe da seleção brasileira quando o ZRG sair. Foram os quase 3 anos mais tristes da nossa seleção. Brigou com o time inteiro, até com a Fofão! Com uma renovação forçada pelas dispensas, o Mundial de 2002 caiu no colo da Itália. Dentre as jovens, ainda optou por Luciana Adorno e deixou Sheilla no banco. Socorro.

      Excluir
  9. Aqui no Brasil temos um técnico que conseguiu ouro em 92, mas ficou em sétimo em 96. Começou a dirigir o feminino em 2004 fazendo cagada logo de cara. Nada que ele cria dura anos ( Dayvit, Amil, e agora Barueri, que já cortou metade da verba). Foi eliminado em 2016 em casa e desde 2014 não consegue revelar ninguém em nenhuma posição. Ganhou no período de 2005 a 2012 graças as jogadoras excepcionais que possuía. Ah, e gosta ainda de viver do passado ( no qual ele se denomina ''conservador''). Alguém sabe aí de quem estou falando ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O técnico da selecao adulta nao é responsável por revelar jogadoras. O problema atual está nas categorias de base. Se hoivesse no Brasil uma Boskivic, ou Egonu, certamente estaria na selecão principal (como aconteceu com a Gabi) mas o fato é que nao tem.

      Excluir
    2. A questão é: se o Zé não revela ninguém mesmo, como foi dito acima, eu me pergunto quem foi a Lorenne em dia carreira adulta de clubes, senão reserva há pelo menos 3 temporadas, incluindo a última?
      E me lembro bem da Dani Lins em Londres, uma aposta arriscada e certeira. Aqueles 18 pontos na final da Jaqueline sao, sim, méritos da Dani. Uma pena ela não ter mais progredido.

      Excluir
    3. *em sua carreira adulta...

      Excluir
    4. O Brasil ficou em 5º* no masculino em na Olimpíada de 1996 e o ZRG assumiu a seleção feminina em 2003*.

      Temos que aguentá-lo até a próxima Olimpíada e é isso, não tem o que fazer.

      Excluir
    5. Técnico da Seleção Adulta é sim responsável por revelar jogadoras. Vide Bernadinho que deu um up nas carreias de Sassá, Érica, Walewka e tantas outras mais a partir do momento que foram na Seleção com ele e lá permaneceram.

      Excluir
  10. O auge desse morrison foi colocar a dikjema como reserva da bongaerts kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKK Sim! E tirar a Stoltelborg para investir na Bongaerts de titular kkk.

      Excluir
    2. Só sensatez nesses comentários, meu Deus!

      Stoltenborg é a melhor opção dentre as três pela velocidade, na minha opinião. A Dijkema é burocrática e a Bongaerts é inexperiente ainda, não me convenceu.

      Excluir
    3. Exato. Stoltenborg é mais veloz e mais alta do que a Dijkema, nunca deveria ter saída da seleção. Eu lembro que o Morrison chegou a levar as três levantadoras no F6 da VNL 2018.

      Excluir
  11. A pipe do Leal está um espetáculo. Ele senta a mão na bola sem dó nem piedade.

    ResponderExcluir
  12. Saudades do nível da holanda em 2016. Depois foi só ladeira...

    ResponderExcluir
  13. Holanda precisa se classificar pra Tóquio para deixar os grupos mais equilibrados. Caso contrário, ficaremos no grupo mais fraco novamente e as perspectivas a partir das quartas pioram bastante.

    ResponderExcluir
  14. A Holanda esteve a sua melhor fase no comando do Guidetti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brasil tem que torcer é contra Holanda amigo. Em sua pior fase o Brasil foi humilhado pela Holanda por 3 a 0 kkkkk, imagina se elas melhorarem.

      Excluir
    2. A pior fase do Brasil no atual ciclo olímpico ocorreu no Mundial e não na Copa do Mundo. Se a Holanda não se classificar para Tóquio, o grupo A - do qual o Brasil fará parte - se ferra pensando nas quartas.

      Excluir
    3. Mas se você tiver falando da atual pior fase holandesa, dá para citar tbm que no nosso fundo do poço vencemos as laranjas no Mundial.

      Excluir
  15. A Polônia da fenomenal Malwina Smarzeck e a Croácia da espetacular Samanta Fabris não estão fora do páreo não! Não pensem que a vaga ficará só entre Holanda e Turquia não, pois o equilíbrio é grande e temos grandes jogadoras como Smarzeck e Fabris que podem fazer a diferença!

    ResponderExcluir
  16. Porque aquela holandesa Meijners não joga pela seleção dela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque ela não depila o sovaco, não passa desodorante, e, o pior de tudo, segundo as más línguas, não é chegada a um banho e cultiva uma caranguejeira maior que a da Cláudia Ohana, com odores de Bacalhau com data de validade vencida! Isso pode Arnaldo? Claro que pode Galvão!

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKQQQQQQQQQQQQQQQ

      Ela vai fazer 33 anos em janeiro. Logo, deve ter escolhido só jogar por clubes para estender a carreira.

      Excluir
  17. Não deve ser só pela idade, pois nunca vi ela na seleção da Holanda. Acho que ela joga pra caralho!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela estava no time que ganhou o Grand Prix 2007, maior título do vôlei holandês feminino em uma competição da FIVB.

      Excluir
    2. Maior e único por sinal kkk. Fora isso, as laranjas já ganharam o Europeu uma vez e só.

      Excluir
  18. A Holanda é aquele time com potencial enorme q nunca ganha nada. É uma pena pq eu gosto das laranjas, mas elas perdem una jogos inacreditáveis. Tipo as 4° de final do europeu. O time não tinha perdido nenhum set para serem humilhadas sem dó pelas turcas!! Eu tô mt p da vida q nas olimpíadas a gente pode ter uma Colômbia ou Argentina mas não teremos uma Holanda ou Turquia ou Polônia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A virada chinesa no tie do jogo contra as laranjas no F6 do GP 2017 foi SURREAL KKKK. China classificou o Brasil para a semi daquele torneio salvando vários match points no 5º set. O emocional das holandesas é frágil demais.

      Excluir
    2. https://www.youtube.com/watch?v=zi2h5PwDoC8

      kkkk

      Excluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Obrigado por comentarem aqui, mas peço que vocês façam isso com respeito para mantermos um nível de discussão agradável. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. É um prazer voar com vocês! ;)