O sonho de Chunlei Zeng: Beijing é campeão inédito do Chinês

Nem mesmo a lendária Kun Feng, campeã e MVP da olimpíada de 2004, conseguiu realizar o que o Beijing Baic Motors conquistou hoje na China. Feng jogou por lá por 11 anos, mas só em 2019 pode aplaudir, de fora das quadras, o inédito: o Beijing é campeão chinês!

Chunlei Zeng abraça a terceira líbero Lin Wang após a vitória na final (Foto: Osports)


Antes de contar a história do jogo que levou o Beijing ao seu primeiro título, é preciso que falemos um pouco mais da chinesa mais experiente do time de Pequim: a oposta Chunlei Zeng. Também conhecida como Zoe, ela chegou ao time principal do Beijing em 2004, quando tinha 15 anos e durante as últimas 14 temporadas defendeu o time da cidade onde nasceu. Teve uma rápida e infortuna passagem pelo italiano Casalmaggiore em 2017 e retornou para casa. Bateu na trave em 2018, quando jogou ao lado de Yeonkoung Kim, emprestada para o Shanghai após a eliminação de seu time.

O destino foi cruel com Zeng algumas vezes. Em 2016, protagonizou o corte mais injusto de Lang Ping, que preferiu optar por Fangxu Yang e Xiangyu Gong na Olimpíada do Rio, onde as duas opostas fracassaram e Changning Zhang precisou assumir a saída a partir do jogo contra o Brasil. Em 2017, Ping voltou a convocar Zoe e humildemente ela voltou a defender a seleção. Se a injustiça não pode ser corrigida, o tempo fez questão de dar a ela a chance de realizar um sonho. Em entrevista à tv, Zeng, que foi decisiva para a virada no segundo jogo contra o Tianjin, relatou que seu sonho era ser campeã da Liga Chinesa. Chegou o dia, Zoe!

A felicidade de Chunlei Zeng (ao centro) no lugar mais alto do pódio do Campeonato Chinês (Foto: Sina/Osports)

O último jogo

O técnico Jianzhang foi sensato e retornou com o mesmo time que venceu o Tianjin na primeira partida, com Rachel Rourke e Xiaotong Liu como titulares - no segundo jogo, Zeng e Ren tiveram que substituir as duas. E Ding não economizou, encheu as atacantes de bolas e elas corresponderam - Rourke fez 26 pontos e Liu 19. O Tianjin, totalmente dependente de Yingying Li, viu mais um jogo fraco de suas extremas que não conseguiram ajudar a ponta que está machucada e nitidamente cansada. Li fez 24 pontos, seguida da central Yixin Zheng com 24 (Zheng é a melhor central chinesa na atualidade). O Beijing venceu a partida em casa por 3 sets a 1 (25/21, 25/15, 20/25, 25/20), fechando a série em 3 jogos a 0.

Beijing fechou a série por 3 sets a 0 (Foto: Sina/Osports)


Venceu o melhor, venceu o time mais completo. O Beijing saiu da primeira fase invicto e com o ranking zerado (o que é injusto) sofreu na segunda, mas saiu como segundo colocado. Empurrou para o bronze o poderoso Shanghai, vice-campeão de 2018, e derrotou o ex-campeão na final com autonomia. Uma curiosidade é que duas alterações foram feitas durante a temporada: Rourke assumiu a titularidade no lugar de Zeng e a americana Kingdon acabou no banco para Jin devido ao limite de estrangeiras.

Em temporada de sacrifícios, Yingying Li chorou copiosamente após derrota (Foto: Sina/Osports)

Beijing Baic Motors - Campeão Chinês (1º título)

Rachel Rourke, Chunlei Zeng, Madison Kingdon, Xiaotong Liu, Kaiyi Ren, Mengyao Liu, Ye Jin, Kailu Zhang, TeTori Dixon, Xin-tong Chen, Long Chen, Wenjing Sun, Ruige Guan, Xinrui Liu, Lyuchang Lui, Yu Zhang, Weiwei Li, Yang Xiao, Jiayi Huang, Lin Wang, Xia Ding* e Mengjie Wang*.. Técnico: Jianzhang Zhang.

*jogadoras emprestadas a partir da semifinal

Beijing Baic Motors (Foto: Sina/Osports)

Classificação Final - Campeonato Chinês 2019/2020

  1. Beijing Baic Motors
  2. Tianjin Bohai 
  3. Shanghai Ubey
  4. Jiangsu Zenith
  5. Liaoning Sanseng
  6. Shandong S. Lottery
  7. Guangdong Evergrande
  8. Fujian Anxi
  9. Bayi Nanchang
  10. Henan Silver
  11. Zejhiang Jiashan
  12. Yunnan University
  13. Sichuan Volleyball
  14. Hebei Volleyball

Comentários

  1. Zheng a melhor central chinesa? Oi?

    Yuan estava lesionada grande parte do campeonato, assim como a Yan. Ambas praticamente nn jogaram o chinês.

    As duas formam a melhor dupla de centrais do mundo, completissimas .
    Acho que vc deu uma exagerada. Poderia ter dito que ela é a melhor central do campeonato, mas da China?

    Discordo plenamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na atualidade é, Rafael. A Zheng foi a sexta maior pontuadora do campeonato com 338 pontos e teve o segundo melhor número de pontos por set, atrás apenas da Li.

      Foi a Zheng que fez 28 pontos ainda pelo Fujian contra o Zhejiang (time do Mundial 2018) que era favorito à quarta vaga para a segunda fase do Chinês e foi eliminado pelo Fujian, que é um time muito fraco. As extremas do Zhejiang que são selecionáveis, Zhu YZ e Jing Li, fizeram 11 CADA.

      E acho que vc deu uma exagerada quando disse que as duas são a melhor dupla de centrais do mundo, mesmo porque a Ding nem usa tanto o meio como era característica da Feng ou da Wei. Sem contar que a Sérvia tem Rasic-Veljkovic, os EUA tem Akinradewo-Adams...

      Excluir
    2. Gosto muito da Yuan e amo a Ni Yan. A segunda, ao meu ver, é a melhor central da China e uma das melhores a nível mundial. A Yuan, no entanto, tem tudo pra ser a melhor, só precisa ainda ser mais definidora no ataque, suas bolas são um pouco lentas e defensáveis. Quero ver essa Zheng na seleção urgente.

      Excluir
    3. Oi? A Ding nn usa as meios?
      Desculpa, mas acho que nn acompanhou o Mundial então. Ding usou e abusou da Yan e Yuan, tanto que na semi contra a Itália, juntas fizeram quase 40 pontos.

      Pra mim vc está completamente equivocado

      Excluir
    4. Rafael, acho que vc é quem precisa rever o Mundial. Ok, nesse jogo a Ding usou bastante da Yan e da Yuan. Sabe por que? Porque a China já havia perdido para a Itália na fase classificatória, com a Yan fazendo 11 pontos de ataque e a Yuan 6.

      Outro motivo é que a linha defensiva da Itália é uma das, senão a melhor do mundo. Bosetti e De Gennaro varrem o fundo. E vc sabe, sempre comentamos isso, como a De Gennaro para a Zhu. Sem contar que a Zhang não estava 100% ofensivamente e como vc tb sabe, as opostas na China são jogadoras de preparação. Vc pode perceber uma movimentação semelhante na final olímpica e durante toda a LNV, por exemplo.

      Eu não disse que ela não usa o meio, disse que ela não o faz como Feng, que tinha a china como bola de segurança e a Wei acelerando para a Xue (sdds, Xue). Eu disse que não vejo isso como característica principal dela e nunca foi assim por clubes também.

      Excluir
  2. A Yingying Li é uma vencedora, fico muito triste por ela. Mas o tempo é o melhor remédio, espero que ela ainda tenha muitas conquistas tanto em clubes quanto pela seleção, ela merece.

    ResponderExcluir
  3. Cadê a MVP da temporada, e as estatísticas quem foram as maiores: pontuadoras, atacante, bloqueadoras,sacadoras,levantadora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi no instagram da Dixon que ela foi a MVP do Chinês KKK. WTF?

      https://www.instagram.com/p/Buy5p0cBedx/

      É a quarta foto.

      Excluir
    2. Se vc achar, me mostre.

      A Dixon não foi MVP da liga, foi MVP do jogo.

      Excluir
    3. Na foto da Dixon a maior parte do cartaz que ela tá segurando está escrito em mandarim. Logo, não consegui compreender se o MVP se referia ao jogo ou à liga.

      Excluir
  4. Exagero dizer que são as melhores centrais do mundo. Esqueceu que tem Rasic, Akinradewo, Eda Ardem... ?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiana quando quer é melhor que qualquer uma dessas.

      Excluir
    2. "Exagero dizer que são as melhores centrais do mundo." Você está se referindo à Yuan e a Yan Ni? Concordo.

      Excluir
    3. As duas melhores centrais do mundo atualmente são Akirandewo e Rasic, sem mais.
      Completam o top 5: Eda, Yuan e Yan.

      Excluir
    4. Akin só ataque ultimamente, pq block... E não dá pra entender pq ela e a Miha se escondem naquela liga japonesa mediana. Até o Chinês já está mais competitivo.

      Eu tiraria a Yuan desse top 5 e colocaria a Robin de Kruijf. Ela ataca muito bem e tem bom block.

      Excluir
  5. Fabiana por muito tempo foi a melhor do mundo agora ela tá em fim de carreira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como a Kim da Coreia do Sul. Infelizmente, o tempo é curto e cruel na vida de um atleta.

      Excluir
  6. "Chunlei Zeng abraça a terceira líbero Lin Wang após a vitória na final." A terceira líbero usa o uniforme igual ao das demais atletas como se fosse uma ponteira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim, porque só podem ser inscritas duas líberos por partida, que são a Wang MJ e a outra que esqueci o nome. A Lin Wang é como a Georgia.

      Excluir
    2. Imaginei que fosse isso!

      Excluir
  7. Time dos sonhos atualmente:
    O: Egonu
    Lv: Macris
    P: Zhu e Larson
    C:Rasic e Akirandewo
    Lb: De Genaro

    Me julguem :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai MVP, eu só discordo sobre a central. Akinradewo não me convence mais do que a Erdem atualmente.

      Mds, vcs vão me xingar, mas acho a Rasic meio superestimada hahaha. Não temos mais centrais como tivemos no passado Fabiana, Thaísa, Akinradewo, Poljak, Furst...

      Excluir
    2. Pensando por esse lado, a Erdem tá bem mais efetiva do que a Akin, realmente.

      Rasic sempre foi favorecida nas premiações da FIVB, aff. Ela é boa, mas superestimada sim.

      "Não temos mais centrais como tivemos no passado Fabiana, Thaísa, Akinradewo, Poljak, Furst..." Fato! Poder contar com Fabiana e Thaísa no auge jogando juntas na seleção durante anos foi um privilégio para o Brasil.

      Excluir
  8. Eu trocaria apenas Egonu pela Boskovic por ter mais equilíbrio nos momentos de decisão. Considerando a chicleteira como ponteira de composição e a Akin na rede de dois, esse time é excelente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resposta ao comentário anterior da 'Zhu TheMonha' KKK.

      Excluir
  9. Considerando dupla de centrais em suas seleções vejo a Sérvia mais forte nesse quesito. Além de ter Rasic e Velkovit tem a Stevanovit, reserva à altura. China e EUA vem logo atrás, mas sem abismos. Brasil comparado a isso atualmente dá até dó.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fatos. E olha que central é a posição que o Brasil tem mais opções de atletas haha \:

      Excluir
    2. Queria ver a Alhassan na mão do Bernardinho, ela ataca a 3,44, é uma joia que o Karch não está valorizando aparentemente

      Excluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Nós agradecemos muito por vocês comentarem aqui. Mas precisamos pedir que vocês façam isso com respeito. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. Torçam à vontade, a favor e contra seleções, times e jogadoras. Mas vamos manter essa ferramenta como uma caixa apropriada e divertida para conversarmos, ok? ;)

Obrigado pela colaboração de todos, é um prazer voar com vocês! <3