Além de Kim, Eczacibasi tem Boskovic e Larson confirmadas

Tijana Boskovic renovou o seu contrato com o Eczacibasi para mais três temporadas. Apesar de ter acordo por mais uma temporada, a equipe turca, juntamente com a jogadora, fez um novo contrato até o final da temporada 2020/2021. Boskovic decidiu estender o contrato com o gigante turco, apesar de ter algumas ofertas da China, Japão, Brasil e de outros clubes turcos.

Tijana Boskovic estendeu contrato com o Eczacibasi (Foto: reprodução)


A sérvia joga pelo Eczacibasi desde 2015/2016. Com a equipe, ela foi campeã Mundial de Clubes da FIVB em 2016 e campeã da CEV Cup em 2018. Foi a MVP do Campeonato Mundial de Clubes de 2016 e duas vezes a melhor oposta das edições de 2016 e 2017. 

Em 2017, Tijana também foi nomeada como melhor oposta do Grand Prix em 2017 e MVP do Campeonato Europeu. Na temporada anterior, ela foi a terceira melhor pontuadora da liga turca com 558 pontos em 105 sets (5,31 por set).

Renovações confirmadas

Algumas outras jogadoras também tiveram a permanência garantida na equipe vice-campeã. O destaque é Jordan Larson, a ponteira americana de 31 anos que vai para sua quinta temporada com o clube turco. A oposta Gozde Yilmaz e a central Busra Cansu também estão garantidas. Dentre as contratadas vêm a americana Lauren Gibbemeyer, ex-Novara. O técnico será mais uma vez o brasileiro Marco Aurelio Motta.

Jordan Larson também continuará no clube turco (Foto: reprodução)

Comentários

  1. Quanto amadorismo das tapetes do Vakif, essa era a oportunidade perfeita do VitrA de se livrar da toqueira americana Larson e contratar uma ponteira de passe inferior, mas de potência no ataque. A meu ver Buijs, Plak, Barstch até Leyva seriam melhores opções que a chicleteira decadente chamada Larson.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc realmente entende de volei? Larson não é mais a mesma, mas aí dizer que essas ponteiras chulas são mais completas do que ela... Tu és um Marco Bonitta da vida.

      Excluir
    2. Tu és idiota ou simplesmente não sabe interpretar texto? Com Kim, que é ótima passadora, uma ponteira de explosão e de passe razoável seria ótima opção para o arsenal do VitrA e Larson na temporada passada só levava toco.

      Excluir
    3. Larson marcou 20 pontos essa semana nas Ligas das Nações, no Turco as ponteiras do Vitra eram pessimas, ela ficava c uma quadra muito grande,

      Excluir
    4. Larson hoje é que nem a Jaqueline em Londres 2012 e nos times que faz parte. São ponteiras de composição. São habilidosas no ataque (Larson até mais que Jaque), muitas vezes até definem jogos, mas não tem essa obrigação. Dão um baita volume em qualquer equipe. Além de terem um fator emocional na segurança da composição que agrega a qualquer time.

      Excluir
    5. Quanta besteira escreveu esse anônimo (ñ é atoa que é anônimo). A Larson, é uma excelente ponteira de armação, que tem potência de ataque. Jogou super bem as finais do turco e vem atuando muito bem pela seleção americana (titular absoluta). Com a Chegada da Kim, a presença da LArson é fundamental, pois a americana que vai segurar a recepção do time.

      Excluir
  2. O povo não entende! Esse negócio de ponteira de preparação e definição é só pra organizar as funções dentro de quadra! Por exemplo Jaque tem de virar uma bola ou outra e dar volume de jogo! Garay fica com pouco espaço pra passar e fica melhor colocada pra atacar. Larson tá longe de ser Jaqueline de 2012. Jaqueline de 2012 não errava nem um passe se quer! E Larson é igual a Drussylla que deus quiser ela evolui, muito inconstante e oscila muito! Tendo os jogos, a Boskovic resolver o bagulho todo. Eu chamaria Anne Buijs, já que Kim é completa! Leyva já é forçar a barra, mas como no turco não existe exímias passadoras, (isso é só no italiano), dava pra peruana se virar!

    ResponderExcluir
  3. Talvez vocês tenham se esquecido de que a Larson ganhou duas champions seguidas por times diferentes, o que é bastante raro, nesta temporada com um orçamento menor, sem uma grande ponteira ao seu lado e sem a Thaissa o Vitra levou a final contra o todo poderoso Vakif ao quinto jogo, fora que ganhou os dois durante o campeonato, ou seja, jogou 7 vezes contra o atual campeão turco e da Champions e ganhou 4. Sem dúvida ela perdeu um pouco de potência no ataque, mas quem a viu atuando no último final de semana pela liga poderá opinar sobre sua técnica e inteligência no ataque.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Nós agradecemos muito por vocês comentarem aqui. Mas precisamos pedir que vocês façam isso com respeito. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. Torçam à vontade, a favor e contra seleções, times e jogadoras. Mas vamos manter essa ferramenta como uma caixa apropriada e divertida para conversarmos, ok? ;)

Obrigado pela colaboração de todos, é um prazer voar com vocês! <3