Novara, Scandicci, Conegliano e Monza abrem vantagem nas quartas de final

Começou neste final de semana as quartas de final do Campeonato Italiano. Novara (1), Scandicci (2), Conegliano (3) e Monza (5) abriram vantagem sobre os rivais.

O Novara venceu o Firenze sem muitos problemas, por 3 sets a 1. Tropeçou no terceiro set, mas fechou todos os outros com no máximo 20 pontos. O destaque da partida foi a oposta Paola Egonu, dona de 27 pontos (46% de app). Pelo Firenze, Sorokaite foi o destaque com 15, mas o time sentiu falta de um bom jogo de Tirozzi. O segundo confronto acontecerá em Florença.

Gibbemeyer ataca contra duplo de Santana e Alberti, na vitória do Novara (Foto: Luca Pietro Santi)


O Scandicci, por sua vez, não viu problema em passar pelo Pesaro. Maior pontuadora do campeonato, Isabelle Haak comandou a vitória por 3 sets a 0, marcando 19 pontos. Se a oposta foi o destaque do Scandicci, no Pesaro, Van Hecke ficou devendo. Aliás, quem tem segurado a barra por lá é a boa argentina Nizetich, maior pontuadora de seu time. O Scandicci também fará o segundo jogo fora de casa, em Pesaro.

Scandicci venceu a primeira partida das quartas contra o Pesaro (Foto: SDB Volley Scandicci)


O Conegliano voltou a contar com Kim Hill, que passou por problemas familiares no último jogo da fase classificatória. E as panteras atropelaram o fragilizado Modena por 3 sets a 0, triplo 25x16. Samanta Fabris e Samantha Bricio comandaram a vitória, de um time que perdeu muito em velocidade com a lesão de De Kruijf. Mas ninguém perdeu mais do que o Modena, que ficou sem sua principal passadora, Caterina Bosetti. O Modena sofreu muito no passe, afinal, tem três ponta-opostas, conhecidas exatamente por não serem boas passadoras: Mingardi, Montaño e Pietersen. O time precisa de uma nova estratégia para o próximo jogo, que fará em casa, já que o Conegliano não tomou conhecimento das adversárias.

Kimberly Hill voltou às quadras na vitória do Conegliano sobre o Modena (Foto: Imoco Volley)


O único time a perder em casa foi o inconstante Busto Arsizio. O time foi derrotado pelo valente Monza por 3 sets a 1. Partidaça de Serena Ortolani, a oposta marcou 28 pontos e foi a maior pontuadora da rodada. Diouf, sua rival, não esteve muito bem e marcou 14. Partida bem fraca das centrais do Busto e um peso a mais para as borboletas: o próximo jogo será na casa do adversário.

Serena Ortolani foi a maior pontuadora do final de semana, na vitória do Monza contra o Busto (Foto: Vero Volley)


Confiram todos os resultados:

Campeonato Italiano - Quartas de Final (1º jogo)

MP: Egonu (27), Plak (14) | Sorokaite (15), Santana (12)

MP: Haak (19), De La Cruz (13) | Nizetich (11), Van Hecke (9)

MP: Fabris (15), Bricio (13) | Barun (8), Mingardi (7)

MP: Bartsch (18), Diouf (14) | Ortolani (28), Begic (18)

Próximos jogos - Quartas de final (2ª partida)

24/03
Pesaro x Scandicci

25/03
Firenze x Novara
Modena x Conegliano
Monza x Busto 


Busto Arsizio vai tentar reverter a série jogando fora de casa (Foto: G. Alemani/UYBA)

Comentários

  1. Dá pra ver que a Hill ainda tá abatida, tadinha.

    ResponderExcluir
  2. Carlini tem que botar as centrais pra jogar... Adenizia receber apenas 9 bolas o jogo todo (virou 6, 67%) é pouquíssimo pra ela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlini é uma levantadora tecnicamente muito boa mesmo. Mas, a considero muito pragmática: a Haak está virando quase tudo, o levantamento vai para ela. Tem colocado aos poucos a De La Cruz para jogar com maior frequência, o que é uma excelente estratégia.

      Ainda, o passe do Scandicci não é lá aquelas coisas, sofre muito principalmente com a De La Cruz. Mas, concordo que Adenízia pode ser melhor aproveitada no ataque.

      Excluir
  3. A Adenizia ta sacando muito, todo jogo ela no mínimo faz 1 ace!!!!!! Pra quem tinha esse como o pior fundamento, ta evoluindo muitoooo

    ResponderExcluir
  4. O que prejudica nossas atuais Centrais da Seleção é que nenhuma delas são eximias atacantes, ou pior, nossas levantadoras não a veem como atacantes como viam a Fabiana e Thaissa, que marcavam muitos vezes mais pontos que as Ponteiras e a Sheila, Bia precisa ser mais agil no ataque, Carol precisa ter mais força pq sempre é defendida ou bloqueada, e Jucy esta voltando de lesão. Perdemos muito em poder de Decisão na seleção em não contar mais com a Sheila, Fabiana e Thaissa (essa ainda uma incognita), a Tandara é aquilo, embora esteja jogando bem, comete aqueles erros que a Sheila não cometeu na semi contra a Russia salvando varios Match Points, não temos uma Oposta reserva a altura da Tandara tambem, esse próximo ciclo será bem dificil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que o problema é que as levantadoras não veem como atacantes, pq se elas recebessem muitas bolas, com certeza haveria um amadurecimento e por consequência, uma evolução e confiança muito maiores das mesmas!

      Excluir
    2. Fabíola já descarta, pois essa nunca joga com as centrais. Roberta até que joga no clube, mas na seleção ela da meio que uma esquecida (vide 2017 onde só era Natália e Tandara). A que mais joga é a Dani Lins, no Grand Prix de 2015, Jucy e Carol viveram as suas melhores fases pq ambas recebiam muitas bolas e com isso, já vinham uma confiança na hora de decidir. Macris também gosta de jogar com as centrais, mas acho que em muitos momentos do jogo ela inventa jogadas que são inapropriadas para o momento!!

      Excluir
    3. Pop On Air tirou as palavras da minha boca! Penso idem a vc, nossas centrais bloqueiam bem mas não são ótimas atacantes, não vejo nelas a bola de segurança que a seleção tinha com a Thaisa e a Fabiana ( o que é raro, pq são bolas da oposta) e saiam de quadra como maiores pontuadoras do time muitas vezes, esse é o diferencial do Brasil, não tem 1 jogadora, é o CONJUNTO! A Sheilla é uma ótima atacante mas nunca foi de levar o Brasil nas costas, como a Gamova, Zhu, Flier, Kim faziam e fazem. Ela jogava na boa, na hora decisiva ela sempre aparecia, é bem fria por dentro é uma líder silenciosa. Mas perto das outras opostas ela não é tão eficiente, não é a toa que por clubes no caso o Vakifbank saia da partida com 30% de aproveitamento, pq era sobrecarregada e ela nunca foi esse tipo de jogadora. Mas vendo a Tandara hoje em dia eu não me sinto muito convicto que ela seja bola de segurança do Brasil, ela joga muito bem aqui, mas lá fora o bloqueio é mais forte e ela é jogadora de potência, se não souber se virar de todas as formas não tem eficiência nenhuma como era o caso da Sheilla, muita visão de quadra e jogo, inteligente. Não sinto firmeza nela. Estou esperando que a Sheilla volte pro Mundial pq saiu de uma forma muito humilhante contra a China, nem que seja de reserva pq não temos jogadoras a altura. A Tandara hj pra mim é a melhor jogadora do Brasil, mas não daria pra ela uma bola de 14/13 de um 5ºset kkkks.

      Excluir
    4. Pra quem você daria essa bola, tendo como titular: Tandara, Natalia e Garay, Bia e Adenizia, por exemplo. Dessas, só a Garay que passa mais confiança e mesmo assim, contra bloqueios altos, ela não vai tão alto e com tanta potencia a ponto de ser algo imarcavel... A levantadora que for ser titular tem mudar muito o seu jogo, até pq caso a Jaque não jogue, vai ser uma seleção com um passe mais fragilizado que teria que compensar isso com os ataques nas Pontas.

      Excluir
    5. Torço muito pra Jaque e Garay nas pontas, por mais que muitos dizem que essa primeira não é mais a mesma de antes no ataque, ela ainda rende muuuuito na rede e é indispensável na seleção já que Brait não volta... Tandara é aquela coisa, é definidora nata e a melhor jogadora brasileira em ação, mas erra muito, dependendo da condição da Natália, gostaria muito de ver essa última atuando na saída. Nos meios acho uma excelente dupla Adenizia e Juciely pois uma complementa a outra!!!

      Excluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Nós agradecemos muito por vocês comentarem aqui. Mas precisamos pedir que vocês façam isso com respeito. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. Torçam à vontade, a favor e contra seleções, times e jogadoras. Mas vamos manter essa ferramenta como uma caixa apropriada e divertida para conversarmos, ok? ;)

Obrigado pela colaboração de todos, é um prazer voar com vocês! <3