Covid-19 interfere nas finais do Húngaro e do Finlandês

A exemplo do que aconteceu na Itália com o Casalmaggiore, outros times da Europa também vêm sofrendo com a covid-19 durante os playoffs de suas ligas. 

A regra é semelhante à da Itália: o calendário é soberano e os jogos não podem ser adiados.

Hungria: um finalista contra o tempo

Quem vive atualmente esse drama é o Bekescsabai, vice-líder da fase classificatória do Campeonato Húngaro. O time teve campanha idêntica ao do Fatum, 13 vitórias em 14 jogos e os dois venceram seus confrontos das semifinais. Mas além do confronto mais difícil da série, o time teve outro adversário duro: o coronavírus.

Desde as semifinais, o Bekescasbai foi pouco a pouco "liquidado" pela doença, com três baixas gradativas. Hoje (4), mantém apenas três confirmações, mas outras cinco jogadoras estão com sintomas acentuados da doença, embora tenham testado negativo. 

Três jogadoras do Bekescsabai testaram positivo e estão fora da temporada; outras cinco têm sintomas fortes, embora negativadas (Foto: divulgação)


A tentativa do clube foi um pedido de adiamento para o Fatum, seu adversário na final, que não concordou com o pedido. O Bekescsabai tem um total de 16 jogadoras no elenco, ou seja, oito delas em bom estado físico, mas afirmou que não tem jogadoras suficientes para todas as posições. 

Assim, o finalista do Húngaro decidiu não viajar para a casa do rival nesta segunda, aceitando uma derrota por W.O. A esperança da equipe é que as cinco jogadoras com sintomas que testaram negativo possam voltar até o dia 10 de abril, data do segundo jogo. As três positivadas já estão fora da temporada.

Finlândia: o líder eliminado por covid-19

Pior ainda foi o que aconteceu com o LP Kangasala, líder da temporada regular na Finlândia. O time teve o primeiro caso de covid-19 em um playoff, ainda antes do Casalmaggiore. O clube foi o dono da melhor campanha na fase classificatória, vencendo 25 dos 28 jogos que disputou. 

O Kangasal era disparadamente o favorito ao título e venceu os dois jogos das quartas de final e o primeiro da semifinal por 3 sets a 0. Foi quando detectou-se a contaminação por covid-19 e a equipe foi suspensa do Finlandês por 14 dias. 

Automaticamente o Kangasala decidiu pela desistência e o seu rival da semifinal, o Kuusamo, avançou diretamente à final. Claro, o LP Salo, vice-líder da fase classificatória, venceu sua série e a final, sagrando-se campeão. O Kangasala ficou em quarto lugar, já que não estava apto para a disputa do bronze.

LP Kangasala foi o primeiro time a ser eliminado de uma competição devido a W.O. por covid-19 (Foto: Lehtikuva / Kalle Parkkinen)


Embora menores, dois campeonatos são diretamente afetados pela covid-19. A doença é tão potente que está sendo capaz até mesmo de alterar pódios, infelizmente.

Comentários

  1. Existem jogadoras de outros países que atuam nessas ligas?.Acho interessante falar sobre outras ligas,pq pouco sabemos de ligas como a finlandesa,a grega,a espanhola,a romena,a austríaca,a sueca(que inclusive a brasileira Domingas que já atuou no São Caetano,está em um clube sueco que se chama Engelholm)

    ResponderExcluir
  2. Existem jogadoras de outros países que atuam nessas ligas?.Acho interessante falar sobre outras ligas,pq pouco sabemos de ligas como a finlandesa,a grega,a espanhola,a romena,a austríaca,a sueca(que inclusive a brasileira Domingas que já atuou no São Caetano,está em um clube sueco que se chama Engelholm)

    ResponderExcluir
  3. Em algumas transmissões internacionais entre seleções, aparecem essas legendas: DIG, Reception. O que elas significam ? e como esses dados estatísticos são interpretados? por exemplo, se a Seleção A teve 29 DIG 44 Seleção B. Então o que seria DIG? e no outro dado temos a Seleção A 31 RECEPTION 30 Seleção B, neste caso fala em recepção. Mas somo se faz a leitura destes números? se alguém souber explicar.

    ResponderExcluir
  4. Thaísa disse que não vai mais participar da seleção.. O ouro, que já era difícil, agora é impossível 😢

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada é impossível. O Brasil não jogaria só com a Thaísa em quadra de qualquer forma.

      Quero crer que ela tenha comunicado o ZRG bem antes de soltar a carta de despedida na internet. Foi ele quem a acolheu no pior momento da carreira dela. Será mesmo que não daria para a Thaísa pular a Liga das Nações e descansar até julho para Tóquio? É difícil saber, pois só ela sente a intensidade das dores naquele joelho que é uma bomba relógio.

      Achei tbm muito abrupta e em cima do título do Minas essa despedida da seleção. A convocação poderia sair e só depois então a Thaísa se manifestaria a respeito, mas enfim.

      Excluir
    2. Engraçado que foi toda desmontada praquele Mundial tenebroso de 2018 e agora que está em grande fase, se faz de sonsa.

      Thaisa sempre foi ingrata mesmo, saiu falando pestes de Osasco e também do Zé Panela pós Rio 2016, foi pra Europa, quebrou a cara, voltou toda capenga, foi acudida pelo mesmo Zé que ela desdenhou e agora tá se achando por essa ótima fase que se encontra. Sempre fui fã da Thaisa, mas acho que ela tá preferindo ver BBB ao invés de ir treinar em Saquarema.

      Mas há de se entender, certamente não quer queimar o filme dela, afinal iria para uma Olimpíada com a seleção brasileira mais fraca dos últimos tempos, cheia de pipoqueiras e de quebra ter a chinesa Natalia como capitã. Realmente é bem desanimador. Como diz o tal do Moro: Tenho que preservar a minha biografia.

      Excluir
    3. Eu pensei exatamente nisso! Thaisa claramente estava se arrastando em quadra e ainda sim foi para o Mundial 2018. Sei lá, mas essa despedida abrupta da seleção parece uma facada bem dada no peito do ZRG que recuperou a atleta no fundo do poço.

      O que ela falou do ZRG pós Rio 2016 mesmo?

      Excluir
    4. Ela tava bem p*ta por ter sido pouco utilizada na Rio e de quebra foi substituída pela Jucycreide no fatídico jogo contra a China. Passado um tempo após a Rio, vi ela dando uma entrevista dizendo que talvez só voltaria a seleção se houvesse algumas mudanças na comissão técnica, óbvio que o shade era para o Zezinho.

      Mas acho é pouco, Zé Panela teve cinco anos para preparar algumas centrais altas e jovens, mas não estava confiante que as torres gêmeas regressaria para talvez sua última olímpiada, quebrou a cara. Agora terá que se conformar com as medíocres Adenizia, Carol e Bia. Povo critica a Bia, mas em forma ela dá de dez em Adenizia e Carol, com a negativa de Thaísa espero que ele convoque a Mara, que parece que se transforma nas mãos da Macris.

      Excluir
    5. Segundo o Web Vôlei, Thaisa tomou de vez a decisão hoje à tarde depois da festa do título da SL na Arena Minas. Quase certeza que a atleta pegou o ZRG desprevenido, o que é horrível pelos motivos citados anteriormente.

      Sobre as outras centrais, não confio totalmente em nenhuma. Só com a Liga das Nações mesmo para definir as vagas de Tóquio. Com a ausência da Thaísa, a possibilidade de ir 4 na posição para a Olimpíada aumenta.

      Excluir
    6. Uma possível aposentadoria da Garay agora me assusta bem mais do que a da Thaísa. Imagina ir pra Tóquio com Daroit e Ana Cristina de reservas? Sem condições. Acho que o ZRG tem plenas condições de arrumar o meio mesmo sem Thaísa. Já as pontas sem Garay ficaria bem difícil só com Natália e Gabi. Que Deus interceda o coração da Fernanda e ela adie mais um pouco o sonho de ser mãe pela última Olimpíada da carreira.

      Excluir
  5. A grande questão é: sem Thaisa, Zé levará Macris? Creio q não, pois um dos motivos que me fazia acreditar na ida da vegana era o entrosamento com a melhor jogadora do país, atualmente. Sabemos como Zé ama Dani e Roberta, então, com essa despedida de Thaisa, automaticamente é quase um corte da Macris a Tóquio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que não. Macris joga bem com Gabi e Natalia e já foi eleita a melhor levantadora da VNL 2019. Também tem um bom saque e vem melhorando na defesa. ZRG não vai deixá-la de fora. A Roberta que deve sobrar, pq ele certamente vai querer uma levantadora com experiência olímpica. Uma pena, pq Dani Lins tá em decadência há várias temporadas e não merece jogar outra olimpíada.

      Excluir
    2. Vc que pensa meu caro, a Roberta jogou há mais temporadas com Gabi e Natália e todos sabemos da obsessão do Zé com boas bloqueadores ( caso da Roberta e ponto fraco da Macris). Em um cruzamento de uma Zhu, Mihajlovic ou Egonu no block da Macris... Mas enfim, que o Zé não faça tanta cagada e leve a Macris e num surto, até leve a Roberta de reserva, porque a Dani... Enfim, esperança é a última que morre.

      Excluir
    3. Felipe foi cirúrgico. Fora que o jogo rápido da Macris faz TODAS as centrais renderem e não apenas Thaísa.

      Macris tá sacando e defendendo mais, é verdade mesmo. ZRG deve ter enchido o saco dela por causa disso e com razão. Só o block que precisa melhorar.

      Excluir
  6. Achei mto c. doce da Thaísa, td mundo sabe dos problemas físicos, mas poderia não ir para VNL e ir para Tóquio. Se para o Brasil estava difícil agora piorou, só que nada é impossível!!! Agora que eu vou torcer mais ainda para o Brasil!!!

    ResponderExcluir
  7. Achou c. doce da Thaissa só porque ela se aposentou da seleção?
    E o Zé Curcunda que teve 4 anos para testar e renovar a seleção com jogadoras novas, mas preferiu chamar jogadoras que nunca vingaram ex Monique,Mara,Gabiru, Suellen,Amanda entre outras.Thaissa pelo menos se tocou que aguenta mais jogos internacionais.

    ResponderExcluir
  8. Acho que Thaisa poderia muito bem jogar essa Olimpíada... uma pena ela ter dado prioridade ao clube. Inclusive o ZRG a recuperou em Barueri pensando na seleção, ele certamente deve ter ficado bem frustrado com essa decisão.

    Aliás, a expectativa dele era repetir em Toquio a dupla Thaisa e Fabiana e, agora, não vai ter nenhuma das duas. Quero ver o que ele vai arranjar.

    ResponderExcluir
  9. Zé Panela deveria convocar Valquiria e Mayhara, afinal as duas cancelaram a mazela gritadeira da Yuan no Mundial Militar. BERRO!!!

    ResponderExcluir
  10. Eu não duvido que aquele noivo horroroso da Thaísa tenha feito a cabeça dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem provável que sim, Thaisa sempre faz aquela pose de mulher independente, mas parece ser bem influenciável e insegura em relacionamentos, tanto que salta de um para outro com bastante frequência.

      Excluir
    2. Sim! Entre a separação do Guipa e o escroto que ela está agora, teve um noivado relâmpago com um who. Foi bizarro, de uma hora pra outra o cara apareceu e desapareceu do instagram da Thaísa kkk. Isso que foi noivado e não só namoro.

      Excluir
  11. Todas se aposentaram de Pequim 2008. Tandara, Natália, Adenizia, Garay e Dani Lins ainda estão na ativa pela seleção de Londres 2012.

    ResponderExcluir
  12. Por isso que sempre preferi a seleção masculina, os caras não tem mimimi, nem estrelismo, não negam convocações, passam meses longe dos filhos e esposas e dificilmente vivem de picuinha uns com os outros. Sem contar que ainda tem que aguentar um bando de FDPs que não sabem respeitar suas opiniões e escolhas políticas. Essa seleção, SIM dá gosto de torcer.

    Já a seleção feminina, deu o último suspiro naquele GP de 2016, ganharam aquele GP de 2017 por pura sorte. Zé Panela cansou alguns torcedores, eu por exemplo, são sempre as mesmas escolhas, as mesmas promessas que nunca vingam e tremem em jogos grandes, cortes escrotos e o pior é que na minha opinião Zé Panela é o melhor treinador do mundo, mas lhe falta ousadia e coragem, porra mah levar Pani Lins pra uma olimpíada novamente, é de FUDER!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo sobre tudo em relação à seleção masculina que há duas décadas é a número 1 no ranking da FIVB.

      Feminino é mais complicado mesmo. As atletas engravidam, por exemplo. Tandara não foi à Rio 2016 por não conseguir se recuperar do nascimento da filha no fim de 2015 e por aí vai.

      O GP 2017 foi ganho na bola. Se o Brasil não tivesse ganhado da Holanda não poderia contar com a ajuda da China no dia seguinte. Fora que ganhou as 3 últimas partidas que precisava da fase classificatória para ir ao F6.

      Excluir
    2. O GP 2017 foi pura sorte, tava 14x09 pra Holanda, foi incompetência holandesa SIM, sem contar que se a China tivesse errado algum saque, ataque ou levantamento já era, o mesmo vale para o 24x19 de Atenas 2004.

      Sobre as mulheres, o caso de Tandara é atípico, nem me referi a ela porque ela, Natalia e Gabi nunca negam convocação, diferente de outras, chegamos ao ponto de uma Rosamaria negar a convocação de 2019, isso não é o fundo do poço é cavar no fundo do poço, deve ser bem frustrante para uma Amanda e Mara da vida que se mataram durante todo o ciclo, deram a vaga para Tokyo e nem a chance de uma convocação tiveram, sei que as duas não tem nível olímpico, mas mereciam pelo menos a chance de brigarem pela vaga, se Bia, Adenizia (que nunca fez porra nenhuma na seleção, chegou a bancar na final do GP 2017) e Dani Lins foram convocadas, elas ao menos mereceriam ir para Saquarema.

      Excluir
    3. Muito bem lembrado. A seleção masculina de fato dá muito mais valor à seleção. Até jogadoras inexpressivas como Rosamaria e Gabi Candido negam convocação. Já no masculino os titulares jogam tudo e não dispensam nem VNL. Esse é um dos motivos pro Brasil ser o 1o no ranking na FIVB

      Excluir
    4. Gabi Cândido negou a convocação mais pela insegura e a pressão e não por ego, tanto que depois foi para a Copa do Mundo, ela parece ser uma menina simpática e humilde. Já a Pipocamaria se acha mesmo, tenho ranço dela.

      Excluir
    5. Estava 14 a 10* para a Holanda. Conhecendo o flop crônico holandês e a hidra chinesa, a virada não foi surpreendente. Fora que o Brasil ganhou por 3 a 1 da favorita Sérvia na semi e, é claro, o tie da final contra a Itália. O GP 2017 foi ganhado na bola.

      O caso da Tandara não é atípico. Fabiana, por exemplo, escolheu ser mãe abrindo mão da última Olimpíada da carreira. Gravidez mexe muito com a estrutura profissional das atletas. Fora que tem ciclo menstrual todo mês para bagunçar os hormônios e por aí vai. O feminino é bem mais complicado mesmo, ZRG já falou sobre isso.

      Eu acho que Rosamaria nem foi convocada em 2019. Essa história de que ela negou convocação nunca foi confirmada.

      Mara talvez apareça na lista de hoje com a aposentadoria da Thaísa. Concordo sobre Amanda.

      Gabi Cândido negou a primeira convocação por causa da síndrome do pânico.

      Excluir
  13. Adenizia, Carol, Gattaz, Mayany e Bia disputarão as vagas de central em Tóquio. Com a aposentadoria da Thaísa, não duvido que o ZRG chame a Mara na última lista de convocação que deve sair amanhã para esquentar essa briga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mayany teve uma atuação tão medíocre nas semifinais por Osasco, que virou refugo! Só sobrou o mengão pra pegar ela, kkkkk! Se achou tanto na temporada parecendo que ia decolar, que na hora H, peidou na farofa. Deve ter saudades de quando jogou por Minas e Barueri!

      Excluir
    2. Mayany ficou apagadíssima no Barueri e bancou muito para a Mara no Minas.

      Excluir
  14. Não estou com dozinha nenhuma do Zé, ele já cortou e acabou com sonho de atletas que fizeram todo o ciclo e ficaram de fora, é bom sentir na pele o contrário. Thaísa não está errada, medalha olímpica ela já tem e se dedicar à seleção junto diminuirá sua longevidade no esporte. Waleska mesmo está indo longe com um bom nível, mas se afastou cedo da seleção, o corpo não aguenta. Zé irá sofrer mais ainda, pois duvido que Garay queira ir, é uma jogadora muito na dela, calma e sem estrelismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tem um agourento, aff.

      Excluir
    2. Agourento nada! O penúltimo anônimo falou a plena realidade! Thaisa é fora de série e deve pensar primeiramente na sua saúde física e mental, no seu bem estar e a longo prazo, tratando-se da sua carreira. Só ela sabe pelo que passou! E teve uma coragem do cão ao se decidir sobre a questão! Que a seleção se vire sem ela! Garay está inteira, jogando o fino da bola, talvez até mais do que em Londres, porém deve considerar todos os prós e contras, pois para essa olímpiada, além dos desafios usuais, haverá novos enfrentamentos, como a pandemia, mesmo sem torcida e muitas restrições impostas! Vai ser uma guerra psicológica também!

      Excluir
    3. Quanta exclamação kkk. Plena realidade é torcer indiretamente para a Garay não ir, né? Se isso não for mau agouro...

      Excluir
  15. Pessoal, elas tem vida, ela já contribuiu demais com a seleção, uma jogadora vitoriosa onde passou, além dela só Fofão ganhou CL, além dos inúmeros títulos aqui no Brasil. Ela tem sim que pensar no casamento, no clube que paga o salário dela, sei que dói em todos nós e diminui nossas chances, mas penso que a palavra chave deve ser gratidão a uma jogadora que tanto contribuiu com nosso país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem Thaísa, nem Fofão ganharam CL. Fabiana venceu com o ZRG no Fener em 2012.

      Excluir
    2. Só tenho a agradecer a Thaísa por ser o fenômeno de jogadora que ela é. Só muita gratidão por tudo! Assisti à Superliga só por causa da Thaísa, mesmo não sendo torcedor do Minas não tem como não admirar a Thaísa não é máquina pra aguentar mais dores pela seleção e se Walewska chegou até hoje como jogadora profissional é porque ela soube a hora de se afastar da seleção. Apóio a Thaisa em sua decisão.

      Excluir
    3. A Fofão ganhou a CL pelo Perugia na edição 2005/2006.
      Sobre a Thaisa, de fato ela não tem título da CL, mas tem dois títulos mundiais, um pelo Osasco e outro pelo Ecz.

      Excluir
    4. Verdade me esqueci da Fabizona, Thaisa não ganhou a CL de 2015 com o Vitra?

      Excluir
    5. O Vitra foi a grande decepção daquele ano, montou o dream team e não ganhou nada.

      Excluir
    6. Imagina, ganhou a cl com a Larson MVP e o mundial
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Liga_dos_Campe%C3%B5es_da_Europa_de_Voleibol_Feminino

      Excluir
    7. Mas é verdade, com a chegada da Thaisa, Maja, Koshe, elas ganharam o mundial, mas não a CL do ano seguinte.

      Excluir
  16. Fener acabou de eliminar o Ecz na semi do Turco kkk. Bosko recebeu 99% das bolas no tie, meu Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já era esperado, não? Ecz montou um time muito ruim e sem nenhum equilíbrio. Se chegou até as semifinais foi por causa da Bosko, apenas.

      Excluir
    2. O que mais impressionou foi a performance da Robinson, sendo a maior pontuadora pelo Fener! Desempenho veio em boa hora, hemm, bem perto da convocação para a VNL...De olho nela!

      Excluir
  17. Caro Gustavo, não vai publicar nada sobre a grande final envolvendo Minas e Praia com as suas considerações sempre tão coerentes e interessantes? Por favor, não deixe de postar!

    ResponderExcluir
  18. Vamos lá, Sortudas de Londres, vcs tem que ir para Tokyo, lá será o encontro da vingança. USA e Rússia tem contas pendentes!! Por falar em central, foi a central russa Borodakova que errou no block, se ela recolhe a mão era bola fora da Sortuda Sheyla. Ou se o desajustado Ovinchinnikov, tivesse colocado a central Merkulova no tie break. Essa central tinha um potencial muito mais letal e teria sido fatal. Foram muitas falhas estratégicas da Rússia e falha grave dos Estados Unidos, quando as americanas resolveram ser honestas!!! Foi por isso que as Sortudas de Londres... Sheyla tem que ir para essa Olimpíada junto com Jaque e todas de Londres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Supera o enterro russo em Londres, POC.

      Excluir
  19. Tambem gosto do Brasil rsrsrsrsrsrs, Mas eu gosto de varias jogadoras brasileiras: Virna, Ana Mozer, Gabi da atual geração, Venturini, Thaiza, Gattaz, Leila, Natália e mais algumas, mas as gringas são tops. As mais incríveis são as russas: Artamanova; a fantástica Gamova, uma heroína nacional: recordista de pontos em finais de mundiais. Só a Egunu poderá supera-la. Nunca nenhuma brasileira terá o mesmo status de uma Gamova. Tem a Super Godina, A magistral Sokolova, Goncharova e por ai vai.... mas tem a Francesca Piccinini; Barazza; Antonella Del Core, Egonu entre outras Mas a Rússia vem ai para detonar!!! A Rússia no Masculino vem com um super técnico, vem com jogadores que estão voando rsrsrrsrsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As brasileiras bi olímpicas estão muito acima da dopada Gamova.

      Excluir
    2. Aff..... como é feio usar termos como ''dopada'', ''flopada''. Gustavo, vc deveria rever isso nos comentário. Ngm gostaria que chamassem vc de ''dopado Joao''.....Gamova foi sim a melhor do mundo por anos, a jogadora mais cara por anos tbm. Gosto do Brasil, mas que nem disse o primeiro Anonimo: Russia, Italia e China produziram excelentes jogadoras.

      Excluir
    3. Mas Gamova e Startseva não jogaram o Final Four da Champions 2015/2016 e a Olimpíada do Rio justamente por estarem dopadas LOL.

      A verdade dói.

      Excluir
  20. A ponteira de SL Daroit não foi convocada hoje, assim como Amanda na 1ª lista. Zé acertou muito nisso.

    Até agora temos:

    Macris/Roberta/Dani
    Tandara/Rosa/Lorenne
    Natália/Garay/Ana Cristina
    Adê/Gattaz/Carol/Mayany/Bia
    Brait/Nyeme

    Com Gabi chegando em maio, o grupo pré-olímpico será enxuto formado por 17 atletas. Isso é bom, pois todas poderão ter oportunidades iguais de serem testadas na Liga das Nações. Daí sobra 8 lugares para a comissão técnica a fim de fechar a delegação de 25 brasileiros na Itália. Serão 5 cortes olímpicos: uma líbero (Nyeme que já sendo preparada para Paris 2024), uma levantadora e três entre centrais e extremas.

    Nenhuma das 5 meios tem destaque absoluto, então quem jogar melhor a VNL irá pra Tóquio. A dúvida é se será 3 ou 4 da posição na terra do Sol nascente.

    Tandara, Natália, Garay e Gabi estão garantidas. Rosa e Ana Cristina têm vantagem em relação à Lorenne por jogarem de ponteiras ou de opostas.

    Espero que o Zé efetive Macris de titular desde o começo da Liga das Nações. Roberta e Dani disputariam a vaga restante nas inversões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A dúvida é se serão* 3 ou 4...

      Excluir
    2. Sinceramente espero que o paneleiro leve 3 centrais, já chega de uma quarta central que não serve pra PORRA NENHUMA. E honestamente, todas as centrais convocadas são do mesmo nível, nota 6 e olhe lá... Povo fala mal da Bia, mas nesse ciclo ela fez mais pela seleção que a nanica da Antenarol, que sempre será lembrada por aquele erro bizarro na última VNL.

      Quem viu as torres trigêmeas jogarem pela seleção se regozijou, pois tempos como esses dificilmente voltarão, assim como quem viu jogarem juntas: Magic Paula, Rainha Hortência e Janeth Arcain. Mitos que se equivalem.

      Excluir
    3. A fenomenal Gamova não disputou as olimpíadas do Rio, porque sabia que não teria chances com a então seleção russa e ela discordava da convocação do técnico. Mas acredito que se os jogos tivessem sido em outro pais, ela teria participado. Gamova é a maior detentora de pontos em finais de Mundiais. São mais de 50 pts!! É um feito e tanto. É possível que ela seja a maior pontuadora em Olimpíadas. Visto que participou e foi finalista em 2 olimpíadas seguidas. É heroína da FIVB. É amiga de Muserskiy, o mesmo que destruiu o Brasil em Londres e ele virá com tudo em Tokyo. Lembrando que o Mundial é um campeonato mais complicado e mais difícil. E a Rússia domina os títulos. Gamova segue sendo parâmetro na seleção russa, por isso eles acham que finalmente a nova Gamova surgiu: Arina de 17 anos. Tão alta e talentosa, tal qual a Gamova do enérgico Karpol.

      Excluir
    4. Gamova não jogou a Rio 2016 pq estava DOPADA.

      Excluir
  21. Aceita que a seleção russa feminino não ganha mais nada de relevante desde 2010.Nos jogos olímpicos é capaz de perder a 4 vaga do grupo para a Turquia.

    ResponderExcluir
  22. Só quero ver se o próximo post vai falar dos problemas de distribuição, precisão e velocidade da atual fase da Maja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Não faz sentido Guidetti queimar uma vaga de estrangeira nas finais do Turco com Maja. Cansu dá conta do recado. Gabi, Haak e Bartsch precisam jogar juntas. Deixa Maja jogar só a Champions assim como Rasic que tá bom para a atual fase das duas.

      Aliás, a única titular sérvia jogando 100% atualmente é Boskovic. Mihaj péssima e assustadoramente apática em quadra. Stefana recém parida assim como Drca. Rasic caiu muito de rendimento. Busa continua muito inconstante. O banco é medíocre. Terzic terá muita dor de cabeça em Tóquio e isso é ótimo mwahaha.

      Excluir
    2. Tenham cuidado com as novas cubanas, ou melhor a Republica Dominicana: elas tem um time completo e muitas estão em excelente forma. RDM desta vez, não vem para perder jogos de 3x 1 ou 3 x0. Elas podem vencer o Brasil.

      Excluir
    3. "novas cubanas" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  23. Ecz a uma derrota de ficar fora mais uma vez da Champions kkkkkk.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Obrigado por comentarem aqui, mas peço que vocês façam isso com respeito para mantermos um nível de discussão agradável. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. É um prazer voar com vocês! ;)