Com Sloetjes decisiva, Holanda vence time misto da Turquia na Rabobank


As anfitriãs começaram bem o torneio de Rabobank nesta terça-feira (7). A Holanda começou perdendo, mas virou e bateu a Turquia, atual vice-campeã da Liga das Nações, por 3 sets a 1 (21-25, 25-19, 25-17, 25-21).

A laranja teve uma atuação decisiva da oposta Lonneke Sloetjes, que segue em uma fase muito boa desde a reta final da temporada de clubes. A oposta foi disparada a maior pontuadora do jogo com 22 pontos. A Holanda jogou com todo o seu time titular, excedendo De Kruijf, que ainda se recupera de lesão no joelho. No terceiro set, Morrison promoveu as entradas da levantadora Bongaerts e de Plak como ponteira passadora.

Dijkema e Sloetjes comemoram; oposta foi decisiva na vitória contra a Turquia (Foto: FIVB)

Guidetti resolveu utilizar-se de um time misto e trouxe várias jovens para a titularidade. A melhor surpresa, sem dúvidas, foi a atuação de Tugba Senoglu, dona de 11 pontos com 44% de aproveitamento. Karakurt não foi tão bem e sabemos que Ercan é limitada no ataque. Destaque também para Arici, maior pontuadora turca com 13 pontos. Sem referências de ataque como Erdem, Boz e Baladin, a Turquia ficou sensível e não resistiu.

Nesta quarta, segundo dia da Rabobank, se enfrentam Rússia e Turquia, Holanda e Itália.

Holanda 3 x 1 Turquia (21-25 25-19 25-17 25-21)

HOL: Belien (10), Grothues (5), Sloetjes (22), Buijs (8), Dijkema (2), Koolhas (4) e Schoot (L). Entraram: Plak (4), Jasper, Bongaerts (3)

TUR: Ozbay (2), Arici (13), Ercan (9), Senoglu (11), Karakurt (10), Gunes (11) e Orge (L). Entraram: Sahin, Boz (6), Aydinogullari (1), Kalac, Sarioglu (L).

Ercan ataca contra triplo holandês (Foto: FIVB)

Comentários

  1. São amistosos em que as seleções não mostram o jogo! Parece que aprenderam com a China e Rússia ( RUS de anos anteriores). Nem a final deste torneio dirá algo. São treinamentos de recepção; defesas e ainda assim meio que "disfarçando". A RUS visivelmente "sem interesse"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até acredito que é um torneio que não mostre o potencial das equipes, mas no caso da Rússia não é falta de interesse é falta de time mesmo.

      Excluir
    2. Concordo com a resposta rs. Embora eu acredite que a Rússia faz testes (Ilchenko e Fetisova estão no banco), não vai mudar muito disso. A Rússia vive uma nova e decadente realidade.

      Excluir
    3. Olhando a Rússia atual eu tenho saudades dos berros q o Karpool dava na Gratcheva,Godina Gamova e Sokolova .

      Excluir
    4. "Eu até acredito que é um torneio que não mostre o potencial das equipes, mas no caso da Rússia não é falta de interesse é falta de time mesmo." Fato!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Saudades da Russia da época da Gamova, Godina, Artamonova e Sokolova. Condordo que o feminino está bem decadente mesmo.

    ResponderExcluir
  4. To Fly
    Gostaria de saber, aliás é uma dúvida que sempre me questionei, porque vocês não publicam sobre volei de praia (masculino e feminino) e volei masculino? Acharia interessante, não só como leitor mas seria algo enriquecedor para o blog tratar do volei não só feminino de quadras, mas como o masculino e da praia. Temos grandes conquistas em ambos e retratar e acompanhar sobre essas categorias com maestria que vocês retratam ao feminino SL e CBV Feminina seria maravilhoso! Pensem bem se possível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O foco da página é valorizar mais o vôlei feminino, pois o mesmo era deixado de lado pelas principais páginas de esportes.

      Excluir
  5. Por que a Stoltenborg não está jogando? No jogo contra o Brasil no Final Six da VNL o Morrison colocou a Bongaerts no lugar da Dijkema. Outra que já tinha que ter voltado para a seleção holandesa é a Pietersen.

    E será que o Guidetti vai cortar a Kubra do Mundial? Ela ainda é melhor e mais experiente que Gunes e Arici.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor, a Kubra é a pior central da Turquia, tem um bloqueio razoável, mas um ataque pifio. É a mais alta, mas a menos completa de todas.

      Excluir
    2. Ela não é pior que a Arici. Kubra fez um bom Europeu ano passado e jogou pouquíssimo na VNL, mas entrou bem no jogo contra a Polônia quando a Gunes deu pane no começo do 3º set, por exemplo. A Turquia não vai ter no Mundial a sorte que teve na VNL, logo jogadoras mais experientes podem ser importantes para dar mais corpo ao time comandado pelo Guidetti.

      Excluir
    3. Só dará corpo pela altura, nada mais. Mesmo não sendo uma brastemp, ainda prefiro a Arici.

      Excluir
    4. Prefiro a Kubra, mas enfim. Pelo jeito o Guidetti vai cortá-la do Mundial mesmo.

      Excluir
  6. São amistosos para dar ritmo de jogo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Nós agradecemos muito por vocês comentarem aqui. Mas precisamos pedir que vocês façam isso com respeito. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. Torçam à vontade, a favor e contra seleções, times e jogadoras. Mas vamos manter essa ferramenta como uma caixa apropriada e divertida para conversarmos, ok? ;)

Obrigado pela colaboração de todos, é um prazer voar com vocês! <3