EUA fazem cortes inesperados e deixam Lowe de fora da Copa Pan

Os Estados Unidos divulgaram ontem (07) a lista final da Copa Pan-Americana 2018. E os nomes surpreenderam, na primeira passagem do técnico Jon Newman-Gonchar, de Arkansas, pela seleção B dos Estados Unidos. A lógica de Newman parece ser a de misturar "veteranas" de seleção com jogadoras que nunca vestiram a camisa. Confiram as convocadas:

Estados Unidos - Copa Pan-Americana 2018

Levantadoras: Lauren Carlini, Jordyn Poulter
Opostas: Krystal Rivers, Aiyana Whitney
Ponteiras: Simone Lee, Sarah Wilhite, Kadie Rolfzen, Adora Anae
Centrais: Chiaka Ogbogu, Haleigh Washington, Paige Tapp, Molly McCage
Líberos: Justine Wong-Orantes, Amanda Benson

Das 14 convocadas, sete jogadoras nunca vestiram a camisa da seleção: Poulter, Rivers, Lee, Rolfzen, Anae, Ogbogu e Washington. As demais têm no máximo dois anos de experiência. Ninguém pode criticar Newman por não utilizar um time jovem, mas...

Lauren Carlini levanta para Paige Tapp; dupla reeditará parceria na Copa Pan-Americana (Foto: Norceca)

As cortadas

O técnico da seleção B deixou de fora nomes consideráveis e o que mais chamou a atenção foi a ausência da medalhista olímpica de bronze Karsta Lowe, que recentemente anunciou seu retorno às quadras. Karch Kiraly inclusive comemorou a volta da oposta, titular durante a Rio 2016. 

E não foi só a ausência da "veterana" Lowe que incomodou, como outras jogadoras promissoras ou que tiveram uma boa temporada de clubes. Dentre elas, a central mais aguardada na seleção por torcedores, Inky Ajanaku não foi relacionada. Inky aparece nas pré-convocações, mas nunca chega às listas finais, provavelmente por sofrer com lesões. Considerada a maior promessa dos EUA no levantamento, Kelly Hunter saiu da faculdade diretamente para a Turquia, mas não ficou na lista de Newman. A ponteira Annie Mitchem, uma das maiores revelações dos EUA na temporada de clubes, jogando muita bola no Filottrano (e contratada pelo Scandicci) também não irá à Copa (curiosamente, Lee que foi banco no Conegliano e jogou mal, está convocada).

Ausência de Karsta Lowe surpreendeu na lista dos EUA (Foto: FIVB)

Completam a lista das cortadas: a ponteira campeã da Liga das Nações Madison Kingdon; as opostas Brittany Abercrombie e Carly De Hoog; as centrais Carly Wopat e a irmã gêmea de Paige, Hannah Tapp; e as líberos Caroline Knop e Kristen Tupac. A USAV não justificou nenhuma das ausências.

Comentários

  1. Lowe é uma pipoqueira, mas não duvido o Kiraly convocá-la pro Mundial e cortar a Drews que, apesar de ser super mediana, tá com ritmo de jogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha modesta opinião, Lowe é melhor do que Murphy, Drews e Whitney juntas.

      Excluir
    2. Sim, justamente por isso que eu citei a possibilidade de ela jogar o Mundial. Se o Kiraly fosse esperto, efetivava a Bartsch como oposta (já que não passa bem) e abriria mais uma vaga de ponteira. Como ele inexplicavelmente ama a Murphy, quem cederia o lugar pra Lowe seria a Drews. Mas ele é teimoso demais pra fazer isso.

      Excluir
    3. E pro Karch ritmo de jogo não que dizer nada já que a Murphy ficou parada um ano e voltou como oposta titular nessa VNL. Então, Lowe ainda tem chances de jogar no Japão a partir de setembro mesmo estando longe das quadras desde a Rio 2016.

      Excluir
    4. Quando eu acho que tô começando a entender a cabeça dos técnicos, me aparece esse aí com uma convocação dessas. A partir de agora, entrego pra Deus.

      Excluir
    5. Eu sou muito o Celino hahaha.

      Acho que Kiraly ainda convocará Lowe para os treinos do Mundial. Pecado mesmo é a Mitchem de fora! Fico me perguntando se ela se machucou...

      Sobre a Bartsch, ela nunca foi eficiente como oposta... Sei lá, às vezes eu penso que ele até poderia promover uma boa passadora para a saída, como a Wilhite ou até a Larson, estilo China.

      Juro que não entendo o que ele vê no trio Murphy, Drews e Whitney. Gente, eu juro, eu não entendo...

      Excluir
    6. "Juro que não entendo o que ele vê no trio Murphy, Drews e Whitney. Gente, eu juro, eu não entendo..." Ninguém entende. É bem capaz que a teimosia do Kiraly dificultem a vida do US no Mundial, ainda mais que Brasil, China, Sérvia e Itália estarão com força máxima.

      E a Bartsch só foi bem na final da VNL como oposta, pq como ponteira entregou o 1º set pra Turquia quinando a vida no passe.

      Excluir
    7. "E a Bartsch só foi bem na final da VNL como oposta." Verdade, mas ela brilhou a Liga das Nações toda como ponteira, inclusive passando.

      Excluir
    8. "mas ela brilhou a Liga das Nações toda como ponteira, inclusive passando." Sim, mas se ela for ponteira no Mundial os adversários vão concentrar os saques só em cima dela e acho que vai acontecer a mesma coisa que ocorreu na final contra as turcas.

      Excluir
  2. Chupaaaaaaaaaaa Patriotas!!! Brasil eliminado da copa do mundo e na Liga das Nações de vôlei masculino e feminino!!! Esse momento é meu!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá se tratar.

      Excluir
    2. Vc tá chupando tanto que tá e louça!

      Excluir
  3. A Barstch passa a nivel da Natalia, passa melhor que Kosheleva e a Brankica, ela passa mal, comparando as outras Pontas titulares americanas, mas não é algo que corriqueiramente vá prejudicar o time..

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Nós agradecemos muito por vocês comentarem aqui. Mas precisamos pedir que vocês façam isso com respeito. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. Torçam à vontade, a favor e contra seleções, times e jogadoras. Mas vamos manter essa ferramenta como uma caixa apropriada e divertida para conversarmos, ok? ;)

Obrigado pela colaboração de todos, é um prazer voar com vocês! <3