Copa Pan: até aqui, o torneio mais surpreendente dos últimos anos!

Precisamos olhar com carinho para os resultados desta Copa Pan-Americana. É tanto resultado surpreendente que eu não conseguiria citar. Para começar, o líder invicto, sem perder pontos e sets é o Canadá. Bem, mas vamos às análises por grupo dos jogos da fase classificatória.

Bruna Honório teve a segunda maior pontuação em uma partida com 22 pontos, na vitória contra a Colômbia (Foto: Norceca)

Grupo A

É aqui que está a sensação do campeonato: o Canadá de Marcelo Abbondanza. Até aqui são 3 jogos, 3 vitórias, 9 sets vencidos em 9 jogados, 15 pontos conquistados. Líderes e já classificadas ao Pan 2019. E assistimos com atenção ao brilho de Kiera Van Ryk, ponteira e maior pontuadora canadense. Tá certo que até aqui o Canadá venceu o Peru quebrado e a Costa Rica que é o time mais carente da competição. Mas vale lembrar também que a seleção de Abbondanza aplicou um sonoro 3 a 0 na República Dominicana, completa e dentro da casa delas. 

Canadá é líder isolado da Copa Pan e já está nos Jogos do Pan (Foto: Norceca)


E para a RDOM não cabe aquela desculpa de falta de entrosamento, já que jogam há anos juntas e nem de falta de ritmo, já que acabam de jogar a LNV. Aliás, a RDOM segue sem estimular a ninguém... Mas ninguém decepciona e irrita mais do que o Peru, que fracassou feio na Copa, ficando em terceiro no grupo e superando apenas a Costa Rica. O suposto boicote de algumas jogadoras destruiu a seleção peruana, que parece encerrar seu ano com uma vergonha.... Da Costa Rica infelizmente não esperávamos diferente, seleção muito modesta.

Resultados

MP: Van Ryk (18) | Ortiz (9)

MP: Mambru (11) | Carazo (9)

MP: Van Ryk (14) | Carazo (3)

MP: Peña (9) | Uribe, Lobaton, Montes (7)

MP: Gray (18) | Martinez (12)

MP: Lobaton (17) | Carazo (9)

Grupo B

Quando os Estados Unidos perderam um set para Trinidad e Tobago, já deveriam ter acendido o alerta. Mas a estranha seleção de Newman conseguiu um feito inesperado: ser derrotada por Cuba. Com todo o respeito que Cuba merece, a política do país trabalhou para a destruição de sua seleção. E os EUA B conseguiram o feito de serem derrotados pelas tricampeãs olímpicas. Mas claro, assim como o Brasil, é um time B, desentrosado, sem ritmo e Cuba já treina há alguns meses.

Os EUA de Simone Lee sofreram bastante na primeira fase do torneio (Foto: Norceca)


E olha que Porto Rico venceu Cuba com facilidade, mas tomou um sufoco de Trinidad! Na sequência só venceu por 3 a 2. Com resultados idênticos - mesmo número de vitórias, de pontos e de set average - Porto Rico só venceu Cuba no point average, eliminando as rivais. Inacreditável, não?

Resultados

MP: Lee (14) | Esdelle (16)

MP: Victoria P. (13) | Matienzo (10)

MP: Santos (20) | Esdelle (23)

MP: Matienzo, Perez, Ramos (15) | Lee (18)

MP: Gonzalez (15) | Esdelle (15)

MP: Lee (14) | Santos, Victoria P. (8)

Grupo C

O segundo time já classificado às semifinais é o Brasil. E aí não é surpresa, um dos dois invictos da competição. Mas olha, isso não foi tão fácil como parece: as rivais sul-americanas do time, Colômbia e Argentina, só foram derrotadas no 5º set. E isso porque Fernanda Tomé saiu do banco para ser decisiva para o time. Mas é claro, precisamos considerar o pouco de tempo de treino dessa equipe como conjunto, ao contrário dos dois rivais.

Fernanda Tomé foi decisiva nos duros embates do Brasil contra as seleções sul-americanas (Foto: Norceca)


A Colômbia de Rizzola também está viva na disputa pelo título, já que perdeu apenas para o Brasil em um grande jogo! Contra a Argentina também foi um 3 a 2. A Argentina bateu de frente com Brasil e Colômbia, dois bons adversários, mas perdeu para o frágil México. Como isso poder ser explicado? As mexicanas ainda ficaram em 3º.

Resultados

MP: Bruna (16) | Rangel (13)

MP: Rodriguez (16) | Coneo (20)

MP: Bruna (22) | Coneo (16)

MP: Rangel, Bricio (7) | Lazcano, Nizetich (7)

MP: Segovia (17) | Bricio (15)

MP: Tomé (19) | Rodriguez (17)

Face Decisiva

Nas semifinais: Canadá e Brasil (ambos já classificados para o Pan 2019)
Nas quartas de final: R. Dominicana x Porto Rico (venc. enfrenta Brasil); EUA x Colômbia (venc. enfrenta Canadá).
Disputa de 5 lugar (que vale vaga para o Pan): Cuba x Argentina; México x Peru.

Comentários

  1. Essa central americana Ogbogu me faz lembrar a Akinradewo. Tem tudo pra ser uma grande central muito em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alta, veloz, china pesada. Espero que chegue à seleção principal logo! <3

      Excluir
  2. Tem certeza que disputa do quinto.lugar será entre as seleções colocadas no post? Como ficariam as derrotadas das quartas de final que ficaram mais bem colocadas na fase de grupos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei a mesma coisa, seria disputa de 7º ao 10º

      Excluir
    2. Também pensei a mesma coisa! Só são 6 vagas para o Pan. 3 delas já ocupadas (Peru, Brasil e Canadá) e as outras 3? Só serão dadas aos vencedores das quartas de final?
      E numa disputa do 5° lugar oi?
      E o perdedor das quartas chupam dedos né? Meio confusa essa competição!

      Excluir
    3. Sim, gente. O vencedor dessas disputas que citei acima enfrentam os derrotados das quartas. MUITO CONFUSO esse regulamento, a própria Norceca divulgou ele errado hahaha.

      Excluir
    4. A NORCECA consegue ser mais bagunçada que a CSV, misericórdia.

      Excluir
    5. "Disputa de 5 lugar (que vale vaga para o Pan): Cuba x Argentina; México x Peru." Gustavo, isso está errado. A disputa pelo quinto lugar vai ocorrer entre Cuba x Colômbia e Peru x Porto Rico.

      Excluir
    6. "Sim, gente. O vencedor dessas disputas que citei acima enfrentam os derrotados das quartas." Aí sim!

      Excluir
    7. Então, migs. Os vencedores dessa disputa, no caso COL e PER enfrentam os derrotados das "quartas", COL e PRC.

      É uma bagunça da Norceca, gente hahahaha.

      Excluir
    8. Argentina e México foram eliminados ontem da disputa do 5º lugar e Colômbia e Porto Rico rebaixados a essa disputa.

      *correção ali: "no caso → CUB ← e PER enfrentam"

      Excluir
    9. KKK Sim, a bagunça da NORCECA se reflete na desorganização que tá sendo essa Copa Pan.

      Excluir
  3. Só serão 6 vagas para o Pan. 3 delas já ocupadas
    (Peru, Brasil e Canadá) e as outras 3? Duas serão dadas aos vencedores das quartas de final?
    E a última vaga restante numa disputa do 5° lugar, oi?
    E os dois perdedores das quartas que na teoria estaria a frente das equipes que estão no final da tabela (Cuba, Argentina e México) Meio confusa essa competição! >.<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Só serão 6 vagas para o Pan." São 8 vagas no total. Além do Peru e dos 5 primeiros da Copa Pan, vai ter um torneio da CSV e outro da NORCECA para definir os últimos dois classificados para Lima 2019.

      "(Peru, Brasil e Canadá) e as outras 3? Duas serão dadas aos vencedores das quartas de final?
      E a última vaga restante numa disputa do 5° lugar, oi?" É isso mesmo.

      Excluir
    2. Exatamente como explicado acima =]

      Excluir
  4. Fernanda Tomé na seleção A faria bem mais do que a Rosamaria fez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa é jogar com essas seleções sul americanas, outra bem diferente é pegar as melhores seleções do mundo com suas principais jogadoras. Não vejo nada de mais ma Fernanda Tomé, assim como não vejo nada na Rosamaria.

      Excluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Nós agradecemos muito por vocês comentarem aqui. Mas precisamos pedir que vocês façam isso com respeito. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. Torçam à vontade, a favor e contra seleções, times e jogadoras. Mas vamos manter essa ferramenta como uma caixa apropriada e divertida para conversarmos, ok? ;)

Obrigado pela colaboração de todos, é um prazer voar com vocês! <3