A resposta da "burra", da "mediana" e da "reserva": Praia Clube é campeão da Superliga!

Por Gustavo Aguiar

Ter o maior investimento da Superliga e a melhor campanha não livrou o Dentil/Praia Clube de ser criticado. Pelo contrário, o time de Uberlândia foi um dos mais questionados da temporada. Mas elas queriam o ouro! Tudo favorecia o adversário, que levou um 3x1 na casa das rivais e chegou a Uberlândia com a obrigação de vencer 4 sets. E de forma absoluta, o Praia Clube derrubou o Rio por 3x0, venceu o golden set e sagrou-se campeão da Superliga 2017/2018. É o primeiro título da história do clube de Uberlândia.

Esse título tem a cara de algumas jogadoras do time. Nenhum time é perfeito o tempo todo, até o Volero perde na Suíça. Imaginem o Praia, em uma das ligas mais fortes do mundo - e que temporada incrível foi essa! O título tem a cara da levantadora titular do Praia, Claúdia Bueno, a Claudinha. Quem não criticou Claudinha durante a Superliga? Nem eu vou me eximir disso. Mas é sempre bom dizer que os grandes crescem nas adversidades. Com uma atuação praticamente perfeita, Claudinha enfrentava ninguém menos do que a atual titular da seleção brasileira, Roberta Ratzke. E ofuscou a rival. A jogadora de 29 anos foi sem dúvida a mais criticada do time e deixou para fazer o seu melhor jogo... no último jogo.

Claudinha foi a melhor jogadora da partida que deu título ao Praia Clube (Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto/CBV)


Fiquei imaginando a cabeça de José Roberto, que injustamente não a convocaria, fiquei imaginando a cabeça dos dirigentes do Praia Clube quando viram o show tático de Claudinha durante a final, carregando seu time ao título contra ninguém menos do que Bernardinho, um mestre da tática, do outro lado. Burra? Nunca foi. MVP da final, diga-se de passagem. Guardemos essa lição.

Chegamos também à Nicole Fawcett, melhor estrangeira da Superliga. Outra vítima de muitas críticas, teve momentos ruins na temporada. Sim! Mas lembramos como o Praia sentiu falta dela durante a temporada. Aliás, ela oscilou na semifinal, mas foi decisiva para a vitória no quinto jogo e para a eliminação de Osasco. E na final? Foram 19 pontos, segunda maior pontuadora do jogo, atrás apenas de Fernanda Garay. E olha que jogar uma final contra Bernardinho não é fácil para muitas opostas, o técnico sabe anular uma boa atacante. E foi dela a definição nos momentos mais complicados do jogo e foi dela o ponto final. Pelo nível de exigência da liga, Nicol fez a melhor temporada de sua carreira aqui no Brasil. Decisiva em uma final, faz da oposta uma grande jogadora.

Nicole Fawcett comandou ataque do Praia ao lado de Fe Garay (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)


Chegamos então a Amanda Campos, pérola do seu rival. Ninguém conhece Amanda melhor do que Bernardinho, foram 11 anos sob o comando do técnico. Mas Amanda sofreu a temporada toda, sofreu no passe, no ataque e curiosamente sempre sorrindo. Não abaixou a cabeça e ganhou a confiança de Paulo Coco. Aliás, que grande técnico é Paulo Coco! A forma como o treinador acreditou em seu time, depois de ter tomado um doloroso 3 a 1, é de se louvar! Em momento nenhum pressionou suas titulares e elas devolveram a confiança.

Paulo Coco apostou em Amanda como titular. Deu certo! (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)


O Praia Clube jogou como um conjunto, venceu o time mais aguerrido da Superliga e mereceu seu primeiro título. Vale lembrarmos ainda de Fernanda Garay, que muitos disseram que não deve fazer falta para o Brasil... E eu lhes pergunto: a qual time ou seleção do mundo Garay não faz falta? Walewska e Fabiana foram respectivamente as brilhantes centrais que são, Wal nos momentos críticos, Fabiana sempre como opção decisiva na virada de bola. O Praia definitivamente teve alma de campeão!

Comemoração do Praia Clube após último ponto do golden set (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)


Parabéns também ao multi-campeão Rio de Janeiro, que jogou nesta configuração que conhecemos há algumas temporadas pela última vez. Essa foi, sem dúvidas, uma das melhores temporadas da história da Superliga!

Superliga Feminina - Final 

Jogo 1 - 15/04
Sesc RJ 3 x 1 Dentil/Praia Clube (26/24, 25/19, 22/25 e 25/17)
MP: Gabi, Drussyla (19), Mayhara (13) | Fawcett (20), Walewska (13)

Jogo 2 - 22/04
Dentil/Praia Clube 3 x 0 Sesc RJ (25/19, 25/23, 25/17)
Golden set: 25 x 18
MP: Garay (21), Fawcett (19) | Drussyla (15) Mayhara, Monique (12)

http://superliga.cbv.com.br/resultados-fem

PRAIA CLUBE - Campeão da Superliga 2017/2018 (1º título): 

Walewska Oliveira, Fabiana Claudino, Claudia Bueno, Andreia Sforzin, Ellen Braga, Amanda Campos, Nicole Fawcett, Laís Vasques, Carla Santos, Ananda Marinho, Natasha Farinea, Fernanda Garay, Suelen Pinto, Bruna Pavan. Técnico: Paulo Coco.

Walewska ergue trofeu do Campeonato (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Superliga - Classificação Final


  1. Dentil/Praia Clube
  2. Sesc RJ
  3. Camponesa/Minas
  4. Vôlei Nestlé Osasco
  5. Hinode Barueri
  6. Fluminense FC
  7. EC Pinheiros
  8. Vôlei Bauru
  9. SCS/São Caetano
  10. BRB Brasília Vôlei
  11. Renata Valinhos Country
  12. Sesi-SP

Premiações Individuais

MVP: Tandara Caixeta (Vôlei Nestlé)
Melhor Jogadora da Final: Cláudia Bueno (Praia Clube)
Melhor Sacadora: Bruna Honório (Pinheiros) 
Melhor Levantadora: Roberta Ratzke (Sesc RJ) 
Melhor Bloqueadora: Ana Beatriz Correa (Osasco) 
Melhor Passadora: Fabiana Alvim (Sesc RJ) 
Melhor Defensora: Suelen Pinto (Praia Clube) 
Melhor Atacante: Tandara Caixeta (Osasco) 

Melhores da Superliga (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Comentários

  1. Sempre acreditei na Claudinha! Soberana nessa final! Fiquei super feliz por ela.
    Fê Garay mostrou como é que não se deita para o rio e destruiu o time do Bernardinho!
    Essa final foi muito gostosa de se assistir. Vitória bem mais que merecida do Praia Clube.

    ResponderExcluir
  2. A Claudinha escondeu esse Voleibol todo pra Final, em inumeros jogos dela no Praia sempre a criticava por não fazer inversões longas, e ontem ela deu aula de inversões, fez várias. Defendeu, sacou e bloqueou bem. Sairá do time com a cabeça erguida

    ResponderExcluir
  3. Estava esperando essa matéria da final da Superaliga desde ontém, mas definitivamente valeu a pena esperar. Análise cirúrgica e coerente. Claudinha jogou bem, deu a volta por cima, e a Garay foi a protagonista da final. E respondendo a pergunta de vocês, Garay seria titular na seleção e em qualquer equipe do mundo. Vai fazer muita falta, ontém ela ajudou até a cobrir a Amanda no passe e mesmo assim saiu de quadra com 21 pontos em 4 sets. E já falando sobre rumores, gostaria que vocês do To Fly respondesse (se possível) algumas dúvidas minhas:

    1. É verdade que as contratações de Rosamaria, Lloyd e Carol e a renovação da Fawcett estão encaminhadas no Praia Clube?

    2. Caso o Praia Clube compre um convite e vá ao Mundial de Clubes em dezembro, vocês acham que o time que estão montando pode vencê-lo? Dos times do Final Four da champions, por exemplo, apenas o Vakif acho mais forte que o Praia Clube versão 2018/2019 (Suelln, Lloyd, Carol, Fabiana, Rosamaria, Fê Garay e Fawcett).

    3. O Camponesa/Minas pode fazer bonito no Mundial? Minas x Praia melhores elencos brasileiros da próxima temporada?

    4. Vocês não acham que a final em 2 jogos + SuperSet parece mais justa que final em jogo único? Dá ao perdedor do 1* jogo a chance de recuperação. Outras decisões como RioxOsasco em 2012/2013 e RioxOsasco 2016/2017 poderiam ter outro resultado se a final fosse ao menos em dois jogos.

    5. A nível de SuperLiga qual a seleção de vocês do blog? A minha foi:
    Fabí
    Roberta/Tandara
    Fê Garay/Mari Paraíba
    Fabiana/Ana Beatriz.

    6. A nível de seleção acha que o Brasil pode ganhar o mundial? A China é a favorita, mas Brasil, EUA, Servia vão brigat fortr pelo título.

    7. Obrigado mais uma vez pela matéria. Sou um fã do blog To Fly.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Cláudia é e sempre será mediana na posição... Maior prova disso é ter sido trocada pela Loyd...acho de muito mal gosto se aproveitar de um bom jogo da claudinha para lembrar o episódio do burra do Zrg...Que falou a frase em um dia que ela jogou totalmente fora da estratégia traçada. Espero que ela melhore só que no Osasco pq seleção é para Roberta que levou o título de a melhor da superliga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberta é uma jogadora tão mediana ou inferior a Claudinha, tem um toque de bola vergonhoso e se salva pela a altura que facilita nas bolas coladas na rede e no bloqueio e pelo saque preciso e muitos se esquecem das diversas panes dela no Grand Prix e na Copa dos Campeões, sorte que jogávamos contra seleções remendadas e assim conseguimos o ouro e a prata nas competições mencionadas, já nesse Mundial todas as seleções virão com o seu melhor e a meu ver Roberta não terá culhões para enfrentar essas equipes como titular. E finalizando, Roberta e cia conseguiram o feito de perder para Tailândia e duas vezes para o Japão na temporada passada, e esse feito não é pra qualquer equipe.

      Excluir
    2. Aí eu tenho que concordar. O toque de bola e até a distribuição da Claudinha é bem mais refinado que da Roberta. Roberta bloqueia e defende mais, típico de quem trabalha com o Bernardinho. Fazendo uma análise um pouco mais profunda, temos que observar que Roberta joga junto com aquelas jogadoras faz muito tempo, tem entrosamento, o que facilita na distribuição, já a Claudinha era seu primeiro ano com a Garay, Fawcett e Amanda. Por outro lado, a levantadora praiana tinha um elenco muito bom e um ataque poderosíssimo nas mão, coisa que a carioca não tinha e acabava se virando bem com isso. Quanto às comissões técnicas, não precisamos dizer nada.
      Eu, particularmente, prefiro exaltar as qualidades de cada uma, ao invés de só critica-las e desmerecer tantos anos de trabalho duro e tudo que elas abrem mão pra dar vida aos seus respectivos times/seleção. Sou torcedor do Praia, não um cego. Ao invés de critica-la, prefiro aclamar os bons jogos da Claudinha na fase final, porque errando ou não no decorrer do campeonato, ela nos conduziu ao que realmente importava que era o título da superliga.
      Obrigado, Claudinha!
      Vamos ver agora como se sai a americana Lloyd.

      Excluir
    3. Correção: O Rio também tinha um bom elenco, só não era melhor que o do Praia.

      Excluir
    4. Sinceramente...dizer que o Brasil no último grind Prix ganhou de times remendados, tendo nos elencos a zhu, boskovit, Dikma é não ter noção do que diz... Roberta é muito mais precisa do que Claudinha.. tenho certeza que quando atingir seu auge na carreira sera uma das melhores do mundo...afina a teve Fernanda Venturini e Fofao muito próximas.

      Excluir
    5. Acho que a diferença entre a Claudinha e a Roberta é simples: A Claudinha tem opinião própria, toma suas decisões, as vezes acerta e as vezes erra, mas age como uma levantadora deve agir, lendo o jogo e fazendo escolhas. A Roberta até pra sacar olha para o Bernardinho para saber onde fazer o saque.
      Essa é a diferença entre uma levantadora boa e outra simples. A boa levantadora ousa, e por ousar corre o risco de errar. Se a Claudinha pegar uma bola no fundo, ela vai tentar levantar para alguém. Se a Roberta pegar uma bola no fundo, ela vai mandar para o meio da quadra para alguém fazer o levantamento.
      Claudinha deveria estar na seleção. Não está porque brigou com o Zé Roberto.
      Nossa sorte é que temos Dani Lins, senão....

      Excluir
    6. Prezados, eu quero muito entender....voces falam tão bem da Claudinha e os elogios são velados então me digam: porque ela saiu do time que foi campeão com ela sendo eleita a melhor do jogo ? Outra pergunta: qual motivo de ir para o desmontado Osasco? Novo questionamento: motivo pelo qual ela não foi disputada pelos clubes dentro e fira do Brasil...aposto como ela terá salário menor no Osasco pois o investimento do praia sera de novo o maior entre os clubes...fica a reflexão...

      Excluir
    7. Primeiro, Eu não estou falando que uma é melhor que a outra, e sim que é claro, pra quem assiste o mínimo de volei possível, que o toque da Claudinha na bola é melhor que o da Roberta. Mas uma coisa não tira o mérito da outra.
      Amo Volei, eu não sei se você se lembra, mas algumas das boas levantadoras desse país escolheram jogar em equipes de menor investimento. Dani Lins foi campeã olímpica e atuava pelo Sesi, time que nem se comparava em investimentos com Osasco ou Rio de Janeiro, de onde ela havia se transferido. Macris todos esses anos escolheu jogar em equipes de menor investimento. Não dá pra avaliar uma jogadora pelo salário que ela ganha.

      Excluir
    8. Valorização do mercado e salário caminham juntos...eu não acho que ela seja ruim.. só não acha certo colocar ela nesse pedestal e crucificar o Zé pela não convocação se nem ela conseguiu a permanência no time que levou o titulo ...acho interessante, tem muito tecnico p pouco time..o que agente precisa é confiar no trabalho de quem se qualificou p função de técnico e aínda pôr cima com 3 medalhas de ouro no currículo.

      Excluir
    9. Amo volei, então se for seguir a sua tese, a Walewska é uma central fraca, já que ele não conseguiu permanecer no time que ela foi campeã? Dani Lins também é fraca, pois saiu do Rio quando foi campeã?
      Claudinha está saindo porque a Loyd é melhor do que ela. E o praia está contratando a Loyd não a Roberta. Se a Roberta fosse essa maravilha toda, também estaria sendo disputada por outros times. Ninguém fez proposta para ela sair do Rio. Fizeram para Gabizinha, pra ela não.
      Roberta é fraca. Está onde está porque treina com o Bernardinho, senão seria uma Ana Tieme da vida, só tem tamanho.
      Ela foi banco da Fabiola no Pinheiros, da Dani Lins, Fernanda Venturini, Fofão e Thompson no Rio. Treinou com as melhores e ainda assim precisa que o técnico diga o que ela tem de fazer. Não aprendeu nada??
      Ela faz simplesmente o café com leite bem feito. Não ousa como Macris, Naiane e Juma. Como não ousa, não tem como errar. E olha que ainda assim as vezes faz umas bobagens.

      Excluir
  5. Quer ganhar a superliga? Pede um patrocinio para a Unilever.
    Quando a empresa patrocinava o Rio o mesmo ganhava sempre.
    Agora eles estão patrocinando o praia com a marca Suave, e mesmo não sendo um patrocinio master, a empresa conquistou mais um título.

    ResponderExcluir
  6. Estes dias estava vendo uma entrevista do "Mago" Willian e ele disse o seguinte: Técnico não manda em mim.
    A Roberta é exatamente a antítese do Willian. Ela só faz o que o técnico manda. É um robô.
    Acho que não preciso dizer mais nada. Os que ainda quiserem discutir, não sabe o que é ser um levantador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Macris, essa temporada mudou bastante. As bolas com uma mão da Claudinha me lembram mto as do Wiliam e o toque de bola também. Hoje Claudinha joga um voleibol anos luz a frente de Fabíola, que sempre fez um bom feijão com arroz e nada mais. Acho q o ZRG foi injusto ao convocar uma levantadora que não sabe fazer finta(Juma) e tantas coisas mais e não levar a Bruninha que também fez uma ótima Superliga.

      Excluir
  7. PESSOAL depois da aposentadoria de VENTURINI E FOFAO me lembro como se fosse ''hoje'' foi terrivel em tentar buscar uma levantadora com o talento parecido com de ambas varias foram testadas infelizmente isso ocorrera quando DANI E FABIOLA tbm se aposentarem entao...como fas do volei vamos torcer para que ''MACRIS,ROBERTA,NAYANE,CLAUDINHA,JUMA que elas amadurecam que evoluam sei que ''algumas dessas''deixaram a desejar entao so o tempo e claro a dedicacao de ambas para saber se isso ira acontecer ou quem sabe um novo talento desconhecida do qual todos irao se surpreender e digo mais TOKIO logo chegara entao ate la muita coisa pode acontecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Futuro promissor tem aquela Vivian Lima do Brasília. Assim como a Iarla do Sesi e Jackeline do Barueri. Guardem esses nomes.

      Excluir

Postar um comentário

Oi, gente!

Nós agradecemos muito por vocês comentarem aqui. Mas precisamos pedir que vocês façam isso com respeito. Ofensas pessoais à jogadoras e a outros membros não serão aceitas. Torçam à vontade, a favor e contra seleções, times e jogadoras. Mas vamos manter essa ferramenta como uma caixa apropriada e divertida para conversarmos, ok? ;)

Obrigado pela colaboração de todos, é um prazer voar com vocês! <3